03:30 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    6132
    Nos siga no

    Os Estados Unidos exortaram os cidadãos norte-americanos a deixarem o Afeganistão imediatamente usando voos comerciais disponíveis depois que cidade afegã de Ghazni foi capturada por grupo islamista.

    De acordo com um aviso publicado nesta quinta-feira (12) no site da missão diplomática em Cabul, em meio ao rápido avanço do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países) através da nação asiática.

    Membros do grupos islamista teriam capturado a estratégica cidade afegã de Ghazni ainda nesta quinta-feira (12). O ato deixa o Talibã a menos de 150 quilômetros dia capital, em sua campanha para tomar o controle do território afegão após a saída das tropas dos EUA, que deixou o governo local tentando parar o movimento por conta própria.

    "A embaixada dos EUA exorta os cidadãos norte-americanos a deixar o Afeganistão imediatamente usando as opções de voos comerciais disponíveis", disse o aviso da missão, alertando seus cidadãos sobre as dificuldades que enfrenta para implementar sua autoridade e capacidades em um território cada vez mais hostil.

    "Dadas as condições de segurança e a redução do pessoal, a capacidade da embaixada de ajudar os cidadãos americanos no Afeganistão é extremamente limitada, mesmo dentro de Cabul", completa o comunicado. Em outro texto, a Embaixada dos EUA em Cabul condenou a prisão de membros do governo afegão, incluindo líderes civis e oficiais das Forças de Defesa e Segurança Nacional Afegãs (ANDSF, sigla em inglês).

    Condenamos veementemente a detenção ilegal pelo Talibã de vários membros do governo afegão, incluindo líderes civis e oficiais das ANDSF. Instamos a libertação imediata de todos os funcionários do governo afegão detidos pelo Talibã.

    Medidas recentes

    Em 27 de abril, os EUA ordenaram que funcionários do governo deixassem a embaixada em Cabul se pudessem realizar seu trabalho em outro lugar, citando o aumento da violência na cidade.

    Ned Price, porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, fala no Departamento de Estado em Washington, EUA, 30 de março de 2021
    © REUTERS / Mandel Ngan
    Ned Price, porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, fala no Departamento de Estado em Washington, EUA, 30 de março de 2021
    O porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, disse no início desta semana que a posição oficial da embaixada não mudou, respondendo a perguntas sobre a probabilidade de uma evacuação da sede diplomática.

    No entanto, Price acrescentou que Washington avalia o cenário de risco para o pessoal da embaixada no dia a dia.

    Mais:

    EUA enviam aviões B-52 para Afeganistão e bombardeiam posições do Talibã no norte do país
    Talibã adverte Estados Unidos contra interferência nos assuntos do Afeganistão, diz mídia
    Rússia moderniza sua base militar no Tajiquistão ante agravamento de situação no Afeganistão
    Tags:
    EUA, Afeganistão, Cabul, Talibã, avião, Embaixada dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar