18:11 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1611
    Nos siga no

    O presidente das Filipinas restaurou o Acordo de Forças Visitadoras (VFA, na sigla em inglês), que regula a presença dos militares norte-americanos no país.

    O presidente filipino, Rodrigo Duterte, restaurou o pacto fundamental que regula a presença das tropas dos EUA no país, revertendo uma decisão anterior que causou preocupações crescentes em Washington e Manila, segundo informaram os responsáveis da Defesa dos dois países na sexta-feira (30).

    O ministro da Defesa filipino, Delfin Lorenzana, disse que não sabia por que Duterte mudou sua decisão, após a reunião com o secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin, em Manila, nesta quinta-feira (29), segundo a Reuters.

    O porta-voz de Duterte, Hatty Roque, informou que a decisão presidencial foi "baseada na defesa do principal interesse estratégico das Filipinas [...] e na clareza da posição dos EUA sobre suas obrigações e compromissos ao abrigo do Tratado de Defesa Mútua", assinado em 1951.

    A restauração do pacto não mudará muito porque o acordo não tinha sido formalmente rompido, mas dará estabilidade para ambos os países.

    "Isso proporciona certeza para avançarmos, podemos fazer o planejamento de longo prazo e realizar diferentes tipos de exercícios", disse Austin durante a coletiva com seu homólogo filipino.

    O VFA estabelece regras de rotação das tropas norte-americanas dentro e fora das Filipinas para exercícios militares. As Filipinas são um país aliado dos Estados Unidos pelo pacto e vários acordos militares dependem do VFA.

    Duterte tinha prometido acabar com o pacto após os Estados Unidos terem negado um visto a um senador filipino aliado do presidente. No entanto, os prazos de rescisão do acordo foram adiados várias vezes.

    Mais:

    Destróier dos EUA passa pelo estreito de Taiwan em missão de 'liberdade de navegação' (FOTOS)
    EUA e aliados devem praticar 'dissuasão integrada' no Indo-Pacífico contra China, diz Pentágono
    China caracteriza passagem de navios dos EUA pelo estreito de Taiwan de 'maior destruidor da paz'
    Taiwan fecha acordo com EUA para adquirir equipamento de reconhecimento para caças F-16
    Tags:
    EUA, Estados Unidos, Filipinas, exercício, pacto, acordo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar