07:22 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 394
    Nos siga no

    O construtor naval chinês Huangpu Wenchong Shipyard começou o desenvolvimento de um novo navio científico não tripulado que pode mudar o jogo na área das pesquisas marítimas da China.

    A futura embarcação, sendo a primeira deste tipo, carregará drones e possuirá equipamento para realizar monitoramento subaquático, de superfície e aéreo de forma remota, segundo informou a China Ship News, citada pelo South China Morning Post.

    O futuro navio pode ser usado para uma diversidade de atividades: desde prevenção e mitigação de catástrofes até cartografia de fundos marinhos, monitoramento do meio ambiente e manutenção de parques eólicos em alto-mar.

    "O navio usará sensores, comunicação por satélite, Internet e outros meios tecnológicos para navegar de forma autônoma no mar aberto, atracará e deixará o cais com assistência", conforme o relatório. "Ele poderia mudar o jogo na área da pesquisa marítima".

    Possuindo um deslocamento de 2.100 toneladas, a embarcação científica será maior do que a corveta chinesa Type 056. O navio terá 88,5 metros de comprimento e 14 metros de largura.

    Seus sistemas não tripulados e drones poderão formar uma rede para seguir os alvos designados. Terá também um sistema de monitoramento e controle para acompanhar como a embarcação está operando remotamente.

    Mais:

    Dinamarca compartilha FOTOS de navios militares do Irã navegando no mar Báltico
    Turquia revela futuro caça com Sistema Aéreo de Combate não Tripulado (FOTOS)
    Londres quer 'mostrar músculos' enviando navios de guerra para Indo-Pacífico, diz Pequim
    Situação da Marinha britânica é 'operacionalmente inaceitável', segundo Parlamento
    Tags:
    China, navio, embarcação, pesquisa, drone
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar