07:34 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 93
    Nos siga no

    O livro branco da Defesa do Japão afirma que os mísseis balísticos da Coreia do Norte estão sendo desenvolvidos em "ritmo extremamente rápido" e que o líder norte-coreano confirmou planos para atualizar as capacidades nucleares do governo.

    A Coreia do Norte acusou o Japão de ter ambições de "reinvasão" depois que Tóquio divulgou seu livro branco da Defesa na terça-feira (13), que descreve as ameaças que Pyongyang representa para a segurança japonesa.

    A descrição do Japão das tendências militares na Coreia do Norte como "ameaças graves e iminentes […] nada mais é do que uma tentativa de ocultar a identidade do principal culpado que destrói a paz e a segurança na região ao tirar o máximo das 'ameaças periféricas'", afirmou Ri Byong Dok, pesquisador do Instituto de Estudos do Japão do Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, citado pela agência UPI nesta sexta-feira (16).

    Ri acrescentou que Tóquio está tentando manipular seu estatuto pacifista para "se tornar uma potência militar".

    Primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, visita militares da Força Aérea de Autodefesa do Japão
    © AP Photo / David Mareuil
    Primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, visita militares da Força Aérea de Autodefesa do Japão

    O funcionário do governo norte-coreano também fez referências ao ex-primeiro-ministro japonês Shinzo Abe (2012-2020), alegando que seu governo usou o livro branco da Defesa para "realizar objetivos políticos e militares insidiosos" ao mencionar as ameaças de mísseis da Coreia do Norte em "todas as oportunidades". O comunicado também afirma que o governo de Abe "criou um sentimento de medo na sociedade japonesa".

    "Isso mostra que os maus hábitos foram transmitidos ao governo atual", disse Ri, sem mencionar o nome do primeiro-ministro japonês atual, Yoshihide Suga. "O Japão é um país administrado loucamente enquanto promove táticas de isolamento [da Coreia do Norte] e frequentemente conduz exercícios militares invasivos."

    O relatório da Defesa do Japão afirma que os mísseis balísticos da Coreia do Norte estão sendo desenvolvidos em "ritmo extremamente rápido" e que o líder norte-coreano Kim Jong-un confirmou planos em janeiro para atualizar as capacidades nucleares e de mísseis do governo.

    Material bélico da Coreia do Norte mostrado durante o desfile militar
    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Material bélico da Coreia do Norte mostrado durante o desfile militar
    "Além disso, os desfiles militares em outubro de 2020 e janeiro de 2021 apresentaram um possível novo míssil balístico intercontinental, um possível novo [míssil balístico lançado por submarino] e novos mísseis balísticos montados em cinco eixos", lê-se no relatório, segundo a mídia.

    Os militares japoneses também alertaram que Pyongyang pode já ter a capacidade de atacar o Japão com armas nucleares.

    Mais:

    Situação alimentar na Coreia do Norte é 'tensa', afirma Kim Jong-un
    Kim Jong-un 'emagrecido' deixa toda a gente na Coreia do Norte 'desolada', diz mídia estatal (FOTO)
    FOTO de satélite sugere que Coreia do Norte estaria expandindo importante base aérea do país
    Caça F-16 dos EUA perde tanque de combustível durante treinamento na Coreia do Sul (VÍDEO)
    Tags:
    Defesa, Yoshihide Suga, Shinzo Abe, Japão, Pyongyang, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar