04:00 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2391
    Nos siga no

    Com asas semelhantes às do Concorde francês, engenheiros chineses esperam que a aeronave hipersônica possa transportar pessoas para qualquer lugar da Terra no tempo de apenas uma hora nos próximos 14 anos.

    A China está desenvolvendo um avião hipersônico maior do que um Boeing 737, de acordo com um estudo realizado por cientistas que participaram de missões espaciais a Marte e à Lua no país asiático, informa o South China Morning Post.

    Com 45 metros de comprimento, a aeronave será movida por dois motores montados no topo da fuselagem e será quase um terço maior do que um Boeing modelo 737-700. O desenho tem duas asas delta semelhantes às do Concorde, mas com as pontas apontando para cima.

    China projeta jato hipersônico maior do que o Boeing 737 com asas como a do Concorde.

    No entanto, um projeto tão complexo pode representar vários desafios aerodinâmicos quando a aeronave atinge velocidades hipersônicas, ou maiores do que cinco vezes a velocidade do som (Mach 5).

    Ao superar a barreira do som, a aeronave gera uma onda de ar, que é ouvida no solo como um grande estrondo, e que pode causar a destruição da aeronave. Além disso, existe o problema de superaquecimento da superfície metálica da fuselagem e das asas a uma velocidade superior a Mach 5.

    Avião Concorde no aeroporto de Londres
    © AFP 2021 / Adrian Dennis
    Avião Concorde no aeroporto de Londres

    Para enfrentar esses desafios, os engenheiros chineses usaram um novo modelo aerodinâmico que comprovou seu valor nas mais recentes missões espaciais da China envidas à Marte e à Lua.

    Os especialistas encontraram áreas no avião que exigiam proteção ou reforço adicional, sendo submetidas a calor e pressão adicionais quando o avião atingia Mach 6, que equivale a 7.344 quilômetros por hora.

    Suas descobertas iriam encontrar "aplicações em projetos de engenharia semelhantes", disse Liu Rui, do Instituto de Tecnologia de Pequim, e um dos principais cientistas nas missões de pouso em Marte da China e de amostragem de rochas lunares, missões nas quais velocidades hipersônicas são necessárias para entrar na atmosfera. 

    O cronograma oficial visa, até 2035, operar uma frota de aeronaves hipersônicas que possam transportar 10 passageiros para qualquer lugar do planeta em uma hora.

    Mais:

    Rússia envia pela 1ª vez à Síria caças MiG-31K capazes de portar mísseis hipersônicos
    Marinha dos EUA lança plano de aeronaves não tripuladas com MQ25 da Boeing em destaque
    Virgin Orbit lança seu 1º foguete com satélites comerciais a partir de avião Boeing (VÍDEO)
    Tags:
    avião, transporte, China, velocidade hipersônica, avião hipersônico, concorde, Boeing 737
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar