12:25 04 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5192
    Nos siga no

    Uma foto fornecida pela agência norte-coreana KCNA, e publicada pela agência britânica Reuters e o portal norte-americano NK News, parece apontar para uma preponderância civil no governo da Coreia do Norte.

    Kim Jong-un, líder supremo da Coreia do Norte, fez uma mudança radical no seu gabinete, como indica uma foto publicada na quinta-feira (8) pela agência britânica Reuters.

    Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, visita o Palácio do Sol de Kumsusan, durante as comemorações do Dia Nacional de Memória, em Pyongyang, Coreia do Norte, 7 de julho de 2021
    © REUTERS / KCNA
    Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, visita o Palácio do Sol de Kumsusan, durante as comemorações do Dia Nacional de Memória, em Pyongyang, Coreia do Norte, 7 de julho de 2021

    A foto que corroboraria esse passo, vinda da agência norte-coreana KCNA, parece mostrar um grande número de funcionários civis, e foi gravada na quarta-feira (7).

    Segundo a Reuters, a presença maioritária dos civis pode sinalizar uma mudança no foco para assuntos não militares.

    Assim, Ri Pyong Chol, o marechal que supervisionou o desenvolvimento de armas nucleares, não está mais na fila da frente da foto, e está vestindo roupas civis. O portal norte-americano NK News afirmou na quarta-feira (7) que o funcionário foi removido do presídio do Bureau Político do Partido dos Trabalhadores governante.

    Por sua vez, o marechal Pak Jong-chon teria sido rebaixado para o posto de vice-marechal, enquanto outro oficial superior militar, Kim Jong-gwan, parece ter perdido seu posto de vice-marechal. Além disso, Choe Sang-gon, que era responsável pela Ciência e Educação, perdeu sua posição no Politburo.

    Outros funcionários, no entanto, foram promovidos, diz a agência britânica.

    Em 30 de junho de 2021 a KCNA relatou que Kim Jong-un criticou altos funcionários do país por erros na luta contra a pandemia da COVID-19. O país não relatou oficialmente casos do SARS-CoV-2, apesar de ter imposto restrições rigorosas internas e na fronteira para evitar a propagação do vírus.

    Em 25 de fevereiro a KCNA informou que o líder supremo norte-coreano nomeou novos chefes militares para a Marinha e a Força Aérea do país.

    Mais:

    Kim Jong-un 'emagrecido' deixa toda a gente na Coreia do Norte 'desolada', diz mídia estatal (FOTO)
    Kim Jong-un estaria em busca de aumentar poderio militar da Coreia do Norte, diz jornal
    Kim Jong-un executou membro do MRE por equipamento errado para hospital, diz ONG apoiada pela CIA
    Tags:
    Ri Pyong Chol, KCNA, Reuters, NK News, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar