11:45 04 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Coronavírus no mundo no início de julho de 2021 (15)
    1223
    Nos siga no

    Pyongyang recusou a entrada de imunizantes da farmacêutica AstraZeneca e da China, e neste momento está se inclinando para a obtenção de vacinas da Rússia, segundo uma fonte sul-coreana.

    A Coreia do Norte rejeitou importar vacinas contra a COVID-19 da farmacêutica AstraZeneca por preocupações com efeitos colaterais, informa na sexta-feira (9) a agência britânica Reuters.

    Citando um relatório do Instituto de Estratégia de Segurança Nacional (INSS, na sigla em inglês), think tank da Coreia do Sul afiliado à agência de espionagem da Coreia do Sul, Lee Sang-keun, diretor de pesquisa estratégica sobre a península coreana no INSS, disse à Reuters que as autoridades norte-coreanas mostraram preocupação com a vacina da AstraZeneca devido a "relatos de eventos raros, mas graves, de coagulação sanguínea entre algumas pessoas que a receberam".

    Pyongyang também rejeitou vacinas da China por não as considerar eficazes o suficiente, mas mostrou algum interesse nos imunizantes da Rússia.

    "Está se inclinando para a vacina russa, mas não foram tomadas providências", disse Lee, citando fontes anônimas, acrescentando que o país não está tomando medidas de obtenção de vacinas para uso interno.

    Na quarta-feira (7) Sergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia, referiu que Moscou ofereceu vacinas ao país asiático em várias ocasiões.

    A Coreia do Norte não tem relatado oficialmente casos da COVID-19, apesar de mencionar "casos suspeitos" da doença, mas impôs medidas de confinamento, fechamento de fronteiras e restrição de viagens internas.

    A iniciativa para fornecimento global de vacinas, o consórcio COVAX, propôs o fornecimento do primeiro lote de quase dois milhões de vacinas à Coreia do Norte no final de maio, "mas foi adiado em meio a consultas prolongadas", de acordo com Seul.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no início de julho de 2021 (15)

    Mais:

    Avião com 1ª remessa de vacinas da Pfizer pelo consórcio COVAX Facility chega ao Brasil
    Biden anuncia que doará 80 milhões de doses de vacinas em todo o mundo; Brasil está na lista
    Coreia do Norte adverte cidadãos sobre 'vírus malicioso' vindo de folhetos sul-coreanos
    Tags:
    Reuters, China, Rússia, Sergei Lavrov, COVID-19, COVAX Facility, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar