05:56 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1814411
    Nos siga no

    Nesta quinta-feira (1º) na praça Tiananmen em Pequim é realizada uma grande cerimônia para assinalar o 100º aniversário da fundação do Partido Comunista Chinês (PPC).

    O presidente chinês Xi Jinping advertiu que as forças estrangeiras que tentem intimidar a nação "terão suas cabeças esmagadas", saudando o "novo mundo" criado pelo povo da China.

    "Qualquer um que se atreva a fazer isso, terá suas cabeças esmagadas com sangue contra a Grande Muralha de aço forjada por mais de 1,4 bilhão de chineses", afirmou.

    "O povo da China não é apenas bom em destruir o velho mundo, ele também criou um novo mundo", disse Xi Jinping. "Só o socialismo pode salvar a China", acrescentou.

    • Tela mostra presidente chinês Xi Jinping discursando durante a cerimônia para assinalar o 100º aniversário da fundação do Partido Comunista da China
      Tela mostra presidente chinês Xi Jinping discursando durante a cerimônia para assinalar o 100º aniversário da fundação do Partido Comunista da China
      © AP Photo / Ng Han Guan
    • Comemoração do 100º aniversário da fundação do Partido Comunista da China na praça Tiananmen em Pequim
      Comemoração do 100º aniversário da fundação do Partido Comunista da China na praça Tiananmen em Pequim
      © REUTERS / Carlos Garcia Rawlins
    • Helicópteros voam sobre bandeiras chinesas na praça Tiananmen formando o número 100, durante a cerimônia do 100º aniversário da fundação do Partido Comunista da China
      Helicópteros voam sobre bandeiras chinesas na praça Tiananmen formando o número 100, durante a cerimônia do 100º aniversário da fundação do Partido Comunista da China
      © AP Photo / Ng Han Guan
    • Balões pairam sobre os participantes com bandeiras chinesas durante o 100º aniversário de fundação do Partido Comunista da China na praça Tiananmen em Pequim
      Balões pairam sobre os participantes com bandeiras chinesas durante o 100º aniversário de fundação do Partido Comunista da China na praça Tiananmen em Pequim
      © AP Photo / Ng Han Guan
    1 / 4
    © AP Photo / Ng Han Guan
    Tela mostra presidente chinês Xi Jinping discursando durante a cerimônia para assinalar o 100º aniversário da fundação do Partido Comunista da China

    Ele disse ainda que a China aprenderá com a experiência de outros países, mas não tolerará os "ensinamentos arrogantes" de outras nações. Segundo o líder chinês, uma nova era chegou, em que as potências mundiais não serão mais capazes de impor tratados desiguais à China; a nação chinesa ergueu-se e não permitirá que mais ninguém controle o seu destino.

    O presidente disse também que as autoridades do país devem transformar o Exército de Libertação Popular da China em uma das mais fortes forças armadas do mundo para proteger a segurança nacional. Ele destacou a importância de as modernizar e de proteger a soberania chinesa.

    As declarações do Xi Jinping vieram no contexto da escalada de tensões entre a China e os EUA devido a uma série de questões, incluindo Taiwan e a investigações sobre as origens da COVID-19.

    O discurso do presidente foi acompanhado por fortes aplausos de 70 mil espectadores na praça Tiananmen.

    Mais:

    China chama EUA de 'criador de riscos' após passagem de seu navio pelo estreito de Taiwan
    China entrega avançados caças J-20 às unidades que monitoram o estreito de Taiwan
    'Sinistro, perigoso e irresponsável': China critica severamente Japão por chamar Taiwan de 'país'
    Tags:
    China, Partido Comunista Chinês, Xi Jinping, Exército Popular de Libertação (ELP), EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar