13:02 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 23
    Nos siga no

    Na manhã do domingo passado (27), dois drones foram utilizados para conduzir ataques na base da Força Aérea da Índia em Jammu.

    Segundo contaram várias fontes à Sputnik, um dos drones causou danos menores no telhado de um edifício, enquanto o outro largou uma bomba que explodiu em área aberta. Os drones teriam como alvo principal as instalações do Controle de Tráfego Aéreo (ATC, na sigla em inglês) e os helicópteros Mi-17 estacionados no local.

    As investigações iniciais, por sua vez, revelaram que o grupo terrorista Lashkar-e-Taiba (LeT) (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países), com base no Paquistão, está ligado aos ataques com drones. Conforme relata o Hindustan Times, foram detidos três militantes do grupo terrorista, que deverão ser submetidos a interrogatórios.

    Após terem lançado os explosivos, é provável que os drones tenham regressado para o Paquistão. De momento, as forças de segurança indianas e a polícia local estão investigando o possível ataque terrorista.

    As autoridades correlacionaram estes recentes ataques com a descoberta de seis quilogramas de dispositivos explosivos improvisados (IED, na sigla em inglês). Os drones teriam lançado bombas usando um dispositivo de latitude-longitude e, em princípio, elas deveriam ter caído perto dos alvos, mas devido ao "fator vento" acabaram por falhar, de acordo com um responsável de segurança sênior.

    Soldados indianos instalam bloqueio em estrada de Jammu e Caxemira
    © AP Photo / Dar Yasin
    Soldados indianos instalam bloqueio em estrada de Jammu e Caxemira

    O ministro da Defesa da Índia, Rajnath Singh, declarou nesta segunda-feira (28) que o Exército indiano tem capacidade de responder a qualquer desafio.

    "Devem ser feitos esforços para encontrar uma solução através do diálogo com os países vizinhos. A intensão deve ser clara [...] Nosso Exército tem a capacidade de responder adequadamente a qualquer desafio", disse Singh.

    Desde 1947, ano em que a Índia e todo o subcontinente indiano se tornou independente do Reino Unido, a região de Jammu e Caxemira tem sido palco de conflitos entre a Índia e o Paquistão, tornando-se um dos principais locais com atividades terroristas frequentes.

    Só no ano de 2020, cerca de 221 terroristas foram mortos pelas forças indianas em cerca de 100 confrontos violentos. Neste ano, de acordo com a informação disponibilizada pelo governo indiano, pelo menos 50 terroristas foram mortos em 36 embates com as forças de segurança na região.

    Mais:

    Explosão em hotel de luxo mata 5 pessoas no Paquistão (VÍDEO)
    Em ofensiva histórica, Índia move 50 mil militares para fronteira com China, diz mídia
    Índia testa míssil balístico de nova geração na costa de Odisha (FOTOS)
    Tags:
    Lashkar-e-Taiba, terrorismo, conflito, Jammu e Caxemira, Paquistão, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar