20:04 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    3353
    Nos siga no

    Eventos caóticos no mundo são provocados pelas ações de "uma potência", que aplica uma política baseada na força e impõe suas regras, declarou o ministro da Defesa da China, coronel-general Wei Fenghe.

    A declaração foi feita em uma mensagem de vídeo durante a Conferência sobre Segurança Internacional de Moscou.

    "Hoje, o mundo é caracterizado como caótico. Surgem fenômenos e situações caóticas, e a causa disso é que uma potência, esquecendo tudo e se baseando apenas no pensamento da Guerra Fria, utiliza a política da força, põe sua hegemonia, unilateralismo e intervencionismo acima de tudo", disse.

    "Esse país impõe suas regras, sua vontade a outros países, interfere nos assuntos internos de outros Estados e, seja com pretexto ou sem pretexto, implementa uma política de contenção, divisão, bloqueio, impõe sanções, manipula a opinião pública, realiza revoluções coloridas a fim de derrubar autoridades e governos legítimos em uma série de países", afirmou.

    "Precisamos enfrentar isso juntos, devemos defender o sistema internacional liderado pela ONU, a ordem mundial baseada no direito internacional e manter o papel central da ONU nos assuntos internacionais", ressaltou o ministro chinês.

    A Conferência sobre Segurança Internacional de Moscou abriu na capital russa nesta terça-feira (22). É um fórum anual onde se discutem temas da atualidade e as tendências na agenda militar internacional, com a participação de representantes da Defesa de muitos países.

    Mais:

    China procura ultrapassar EUA na 'guerra' de chips com nova geração de semicondutores
    EUA iniciam retirada de sistemas antiaéreos Patriot do Oriente Médio, com foco na China, diz WSJ
    China publica VÍDEO de interceptação de caças e alerta para 'manobras arriscadas dos EUA'
    Tags:
    Wei Fenghe, Moscou, ministro, defesa, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar