04:35 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1322
    Nos siga no

    Lu Shaye, embaixador da China na França, defendeu em entrevista à mídia chinesa que o país só atua em forma de "defesa justificada" para proteger direitos e interesses do gigante asiático.

    A "diplomacia do guerreiro lobo" da China, uma postura agressiva e frequentemente abrasiva adotada por seus diplomatas desde 2020, é simplesmente uma "defesa justificada" contra ataques de um Ocidente determinado a contê-la, disse um dos embaixadores mais francos de Pequim.

    "Aos olhos dos ocidentais, nossa diplomacia está na ofensiva e é agressiva, mas a verdade é que são eles que estão na ofensiva e são agressivos", disse Lu Shaye, embaixador da China na França, em entrevista ao site Guancha.cn publicada na quarta-feira (16).

    "O que estamos fazendo é meramente uma defesa justificada para proteger nossos direitos e interesses", disse ele.

    As declarações de Lu sinalizam que o recente apelo do presidente Xi Jinping aos líderes do Partido Comunista para tornar a China "mais adorável" não significa que a China vai desacelerar sua diplomacia assertiva, declarou Wang Wen, professor da Universidade Renmin de Pequim, à Reuters.

    O presidente da China Xi Jinping
    © REUTERS / Carlos Garcia Rawlins
    O presidente da China Xi Jinping

    Diplomatas chineses começaram a disparar posts em mídias sociais proibidas na China, como Twitter e Facebook, em uma tática apelidada de diplomacia de "guerreiro lobo", em referência a uma série de filmes patrióticos chineses.

    Lu disse que o estilo diplomático anterior da China de "esconda sua força e aguarde", atribuído ao ex-líder Deng Xiaoping, era necessário na época porque o país não tinha nem necessidade nem a força para agir de outra forma.

    Agora que a China se fortaleceu, e com o Ocidente "empenhado em suprimir seu crescimento", Lu defendeu que a China deve mudar seu estilo diplomático para o de "fazer a diferença". O próprio Lu foi convocado pelo governo francês no ano passado por suas críticas ao tratamento do surto de coronavírus por aquele país.

    "Não podemos nos tratar ainda como uma criança de três anos quando agora crescemos e nos tornamos um cara de um metro e 80 de altura. Mesmo quando você não deseja ser o alvo de outras pessoas, eles ainda irão alvejá-lo", concluiu Lu.

    Mais:

    Novo orçamento de Defesa dos EUA 'para conter a China' prevê aumento salarial de militares em 2,7%
    China revela nova arma autopropulsada para missões de defesa aérea (FOTO)
    Defesa costeira da China testa robô de vigilância com fuzil Type 95 (FOTO)
    Tags:
    lobos, guerreiro, redes sociais, EUA, sistema de defesa, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar