06:09 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Uma das maiores espécies de crocodilos pré-históricos encontradas na Austrália foi oficialmente registrada no sul de Queensland.

    Acredita-se que o Gunggamarandu maunala – como foi batizado o réptil pré-histórico, que significa "chefe do rio", das línguas nativas Barunggam e Waka Waka – tenha nadado nas águas da região por mais de cinco milhões de anos, reporta o ABC News.

    Os pesquisadores descobriram o magnífico espécime de crocodilo através da análise dos restos de seu crânio encontrado na área ainda durante o século XIX. 
    Fragmentos do crânio do crocodilo pré-histórico Gunggamarandu maunala
    Fragmentos do crânio do crocodilo pré-histórico Gunggamarandu maunala

    O Gunggamarandu maunala pertence ao grupo de crocodilos tomistomine, sendo tal grupo o primeiro a ser registrado no continente.

    "Antes de nosso estudo, os fósseis de tomistomine foram descobertos em todos os continentes, exceto na Antártica e na Austrália", disse Jorge Ristevski, candidato a doutoramento na Universidade de Queensland, citado pela mídia. "Mas agora provamos que os tomistomines também estiveram aqui."
    Jorgo Ristevski pousando com parte do crânio fossilizado de crocodilo pré-histórico Gunggamarandu maunala
    Jorgo Ristevski pousando com parte do crânio fossilizado de crocodilo pré-histórico Gunggamarandu maunala

    Os tomistomines são conhecidos por seus focinhos longos e esguios, e mesmo que faltasse parte do focinho do fóssil em causa, os cientistas foram capazes de reconstruir sua forma, com base no resto da anatomia do crocodilo. 

    No entanto, ainda não se sabe ao certo o local exato onde o crânio foi descoberto e quem o descobriu. 

    Sobre as causas de sua extinção, Ristevski acredita que as mudanças climáticas do planeta tenham tido seu papel. 

    Mais:

    Crocodilo resiste à 'prisão' e sai em disparada após mergulhar em piscina de casa na Flórida
    Tartaruga de quase 100 milhões de anos tem fóssil raro descoberto nos EUA
    Caçadores australianos quase viram presas de crocodilo de 4 metros
    Tags:
    fóssil, crocodilo, Universidade de Queensland, Queensland, Austrália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar