05:01 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 234
    Nos siga no

    Enquanto os EUA estão tentando centrar seu foco de segurança nacional no Pacífico, a situação no mar do Sul da China continua sendo cada vez mais complexa e tensa.

    Nesta semana, os altos dirigentes do Pentágono emitiram uma nova diretiva para focar a atenção do Departamento de Defesa na China. Entretanto, a Marinha do Exército de Libertação Popular tem vindo a colocar meios de vigilância adicionais em uma de suas bases militares em ilhas artificiais no mar do Sul da China, de acordo com novas imagens examinadas pelo portal USNI News.

    Imagens de satélite divulgadas nesta quarta-feira (9) e fornecidas pela empresa Maxar mostram um navio de inteligência Type 815G na lagoa do recife Fiery Cross, nas Ilhas Spratly. No aeródromo há um avião de patrulha marítima Y-8Q da Marinha chinesa e uma aeronave com sistema aéreo de alerta e controle KJ-500.

    ​Novo artigo. Navio de vigilância da Marinha chinesa e aeronaves no recife Fiery Cross. Também analisamos a atividade de inspeção maciça no mar do Sul da China e abordamos a Milícia Marítima.

    Fiery Cross é um recife artificial fortificado que faz parte das ilhas Spratly. O governo da China tem usado aterramento marítimo para construir uma pista de decolagem, porto e base militar em sua extremidade ocidental. A ilha também é reivindicada pelo Vietnã e Filipinas.

    As reivindicações concorrentes geram tensões que às vezes se transformam em confrontos. Em particular, o governo chinês tem realizado pesquisas extensivas na área, incluindo em zonas econômicas exclusivas de outros países.

    A maior parte das tensões deve-se aos recursos naturais existentes na área. Além da pesca, aparentemente Pequim também demonstra interesse na exploração de hidrocarbonetos sob o fundo do mar.

    Mais:

    Rede de comunicações nas ilhas Spratly teria papel decisivo em eventual conflito armado com China
    Bases militares de Pequim no mar do Sul da China são vulneráveis a ataques inimigos, aponta mídia
    Filipinas relatam presença de quase 300 navios militares da China entre suas ilhas
    Tags:
    Mar do Sul da China, EUA, China, territórios disputados, vigilância, navios de guerra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar