01:06 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Mundo em meio à pandemia da COVID-19 no fim de maio de 2021 (61)
    0 160
    Nos siga no

    Nesta segunda-feira (24), o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) anunciou o início da produção da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19 na Índia.

    Em comunicado nesta segunda-feira (24), o RFPI detalha que a produção em escala do imunizante russo será iniciada em parceria com a farmacêutica indiana Panacea Biotec.

    "O RFPI [...] e a Panacea Biotec, um dos principais produtores de vacinas e produtos farmacêuticos na Índia, anunciaram hoje o início da produção da vacina russa Sputnik V contra o novo coronavírus. O primeiro lote produzido nas instalações da Panacea Biotec em Baddi será enviado para o Centro Gamaleya para controle de qualidade", disse a RFPI, acrescentando que a produção em escala será iniciada nos próximos meses.

    O diretor-geral do RFPI, Kirill Dmitriev, expressou convicção de que o lançamento da produção "marca um passo importante para ajudar o país a combater a pandemia".

    Indiano trabalha na instalação de um hospital temporário contra a COVID-19 em Jammu, Índia, segunda-feira, 24 de maio de 2021
    © AP Photo / Channi Anand
    Indiano trabalha na instalação de um hospital temporário contra a COVID-19 em Jammu, Índia, segunda-feira, 24 de maio de 2021
    "A produção da Sputnik V apoia os esforços das autoridades indianas para deixar para trás a fase aguda do novo coronavírus o mais rápido possível, enquanto a vacina também será exportada em um estágio posterior para ajudar a prevenir a disseminação do vírus em outros países ao redor do mundo", disse Dmitriev, lembrando a onda de contágio enfrentada pela Índia.

    O diretor-executivo da Panacea Biotec, Dr. Rajesh Jain, também comentou o início da produção da Sputnik V no país e expressou esperança de trazer "um senso de normalidade de volta às pessoas em todo o país e em todo o mundo" por meio de um esforço conjunto com o RFPI.

    A Sputnik V foi a primeira vacina a ser autorizada no mundo, ainda em agosto de 2020. Desde então já recebeu autorização em 65 países, incluindo na América Latina. É o caso de México, Argentina, Paraguai, Venezuela e Equador.

    Tema:
    Mundo em meio à pandemia da COVID-19 no fim de maio de 2021 (61)

    Mais:

    Equador anuncia registro da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19
    Ministério da Saúde do Equador confirma autorização para importar Sputnik V
    Egito anuncia acordo para receber doses da vacina russa Sputnik V até o fim do ano
    Tags:
    Rússia, Índia, Sputnik V, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar