01:00 24 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    4171
    Nos siga no

    A China fornecerá assistência humanitária à Palestina o mais rápido possível para ajudar no tratamento médico de feridos e no reassentamento de refugiados desabrigados.

    O governo chinês fornecerá ajuda humanitária de emergência à Palestina o quanto antes, afirmou na sexta-feira (21) o porta-voz da Agência Internacional de Cooperação para Desenvolvimento Internacional da China (CIDCA, na sigla em inglês), Tian Lin.

    "Em 20 de maio, o governo da China lançou um mecanismo de resposta emergencial para fornecer assistência humanitária ao governo e ao povo palestinos para lidar com crise humanitária emergencial e demonstrar espírito humanitário", segundo o comunicado publicado na conta oficial da agência no WeChat.

    Foi informado que a China realizará assistência humanitária o mais rápido possível em conformidade com as necessidades do lado palestino para ajudar no fornecimento de assistência médica aos feridos e no reassentamento de refugiados desabrigados.

    A situação na fronteira entre Israel e Faixa de Gaza se agravou na noite de 11 de maio. Durante os confrontos, cerca de 4,3 mil foguetes foram disparados de Gaza contra o território israelense. Israel, por sua vez, também realizou centenas de ataques contra esse território palestino. Segundo os últimos dados, em Israel morreram 12 pessoas e mais de 50 ficaram feridas. Na Palestina, durante os ataques aéreos israelenses morreram 232 pessoas, inclusive 65 menores de idade, e 1,9 mil ficaram feridas.

    Na quinta-feira (20), o Gabinete de Segurança de Israel aprovou a iniciativa do Egito do cessar-fogo bilateral sem quaisquer condições após 11 dias de combate com o Hamas.

    Mais:

    Abatido nesta semana, drone armado com explosivos era do Irã, afirma Netanyahu
    EUA: Bernie Sanders quer bloquear a venda de armas para Israel
    'Netanyahu não fez o que deveria ter feito para levar Israel à paz', diz ex-primeiro-ministro
    Rússia propõe realização de reunião do Quarteto para diminuir conflito entre Israel e Palestina
    Tags:
    assistência humanitária, conflito, Israel, Palestina, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar