20:41 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    201042
    Nos siga no

    Estados Unidos estão preparados para usar todo seu potencial, incluindo capacidades nucleares, para deter as ameaças da Coreia do Norte, lê-se em uma declaração conjunta das autoridades militares dos EUA e Coreia do Sul.

    "Ambas as partes compartilharam avaliações das recentes ameaças nucleares e de mísseis da Coreia do Norte e comprometeram-se a acompanhar a situação da Coreia do Norte mantendo ao mesmo tempo uma estreita coordenação", avança o comunicado publicado nesta quinta-feira (13).

    "EUA reafirmaram seu contínuo compromisso de proporcionar uma dissuasão alargada usando toda a gama de recursos dos EUA, incluindo nucleares, convencionais e capacidades de defesa antimísseis. A República da Coreia [do Sul] assumiu o compromisso de continuar a adquirir capacidades militares para reforçar a prontidão holística da Aliança em resposta às ameaças nucleares e de mísseis da Coreia do Norte", ressalta o documento.
    Tela de televisão em estação ferroviária de Seul mostra foto de arquivo de lançamento de míssil norte-coreano, Coreia do Sul, 1 de janeiro de 2020
    © AP Photo / Ahn Young-joon
    Tela de televisão em estação ferroviária de Seul mostra foto de arquivo de lançamento de míssil norte-coreano, Coreia do Sul, 1 de janeiro de 2020

    Anteriormente, o presidente dos EUA Joe Biden alertou em seu discurso ao Congresso que o programa nuclear de Pyongyang representa "uma séria ameaça à segurança [dos Estados Unidos] da América e do mundo".

    Em meados de abril, o Instituto de Estudos Políticos Asan, um think tank sediado em Seul, Coreia do Sul, afirmou em um relatório que nos próximos seis anos a Coreia do Norte pode desenvolver até 242 ogivas nucleares, o que permitiria mais ameaças e intimidação contra outros países.

    Mais:

    Coreia do Norte diz que EUA praticam diplomacia 'espúria': 'Eles se machucarão se nos provocarem'
    Coreia do Norte continua construindo armas químicas e biológicas, diz funcionária dos EUA
    'É hora de agir', diz Moon Jae-in sobre a Coreia do Norte antes do encontro com Biden
    Tags:
    Coreia do Sul, tensão militar, EUA, Coreia do Norte, míssil nuclear, capacidade militar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar