23:29 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 31
    Nos siga no

    Associações de pesca sul-coreanas pedem indenização antecipada a governo japonês pela liberação de água contaminada da usina nuclear de Fukushima que deve ocorrer daqui a dois anos.

    Associações de pesca sul-coreanas entraram com um processo contra o governo japonês em um tribunal local nesta quinta-feira (13), buscando compensação pela liberação planejada de água contaminada da usina nuclear de Fukushima, informou a agência de notícias Yonhap.

    Vista aérea mostra tanques de armazenamento de água tratada na usina nuclear de Fukushima, no Japão
    © REUTERS / Kyodo
    Vista aérea mostra tanques de armazenamento de água tratada na usina nuclear de Fukushima, no Japão

    A Federação Nacional de Cooperativas de Pesca da Ilha de Jeju e uma associação de armadores disseram em entrevista coletiva fora do Tribunal Distrital de Jeju que estavam exigindo cerca de 10 milhões de wons (equivalentes a R$ 46,6 mil) por dia do governo japonês e da Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (TEPCO, na sigla em inglês).

    O governo do Japão disse em abril que liberaria mais de 1 milhão de toneladas de água tratada da zona de Fukushima em etapas, começando a liberação em cerca de dois anos.

    No final de abril, barcos pesqueiros sul-coreanos participaram de um protesto para exigir que o Japão revogasse a decisão de liberar a água da usina nuclear de Fukushima no mar.

    Mais:

    Quais são as discórdias sobre despejo de água contaminada de Fukushima e que consequências teria?
    Porta-voz chinesa desafia EUA a ficarem com água de Fukushima após apoiarem seu despejo no mar
    AIEA enviará especialistas ao Japão para análise de despejo de água contaminada de Fukushima
    Tags:
    Coreia do Sul, pescadores, Japão, Fukushima, usina nuclear
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar