10:36 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1310
    Nos siga no

    O país asiático lançou um satélite 6G já em 2020, e detém uma significante pluralidade de patentes da tecnologia, segundo a Administração Nacional de Propriedade Intelectual da China.

    A China é líder na corrida global para criar tecnologia de rede 6G utilizável, tendo patenteado 35% das quase 38.000 patentes relacionadas à tecnologia, segundo a Administração Nacional de Propriedade Intelectual da China (CNIPA, na sigla em inglês). O concorrente mais próximo, os EUA, patenteou cerca de 18% dessas tecnologias.

    Uma parte significativa das tecnologias que a China já conseguiu patentear está relacionada à inteligência artificial, embora não esteja claro como ela será usada para possibilitar redes que trabalham em ondas terahertz, uma frequência mil vezes maior do que a usada atualmente em micro-ondas gigahertz de tecnologia 5G.

    A nação asiática espera começar a lançar a tecnologia 6G final em 2030, a velocidades projetadas de cerca de 50 gigabits por segundo, ou cerca de 6,25 gigabytes por segundo. Trata-se de uma velocidade dez vezes superior à maior rapidez de transferência de dados suportada pelos melhores drives M.2 SSD.

    Os engenheiros chineses já começaram a testar certas partes desta tecnologia, lançando o primeiro satélite 6G ao espaço em 2020. O satélite, acompanhado de numerosos dispositivos auxiliares, está testando as ondas terahertz de frequência ultra-alta acima mencionadas e a possibilidade de usá-las para transferir dados.

    Ainda não se sabe como este novo tipo de onda se comportará neste papel. Os transmissores 5G de banda alta operando em torno de 39 GHz apenas têm se mostrado eficazes em distâncias curtas, falhando frequentemente em penetrar obstáculos como paredes.

    No entanto, os engenheiros chineses continuam otimistas sobre as perspectivas do satélite.

    "Este satélite experimental marca a primeira vez que a tecnologia de comunicação terahertz seria verificada quando aplicada no espaço", afirmou Xu Yangsheng, engenheiro da Academia de Engenharia da China, em comentários à emissora CCTV.

    A China foi a primeira a começar a implantar tecnologia 5G em massa. No entanto, as redes 5G de alta velocidade continuam sendo uma vista rara em todo o mundo, pois os smartphones com capacidade 5G ainda estão longe de ser um item comum.

    Mais:

    China vence EUA na corrida por patentes tecnológicas, segundo estudo
    6G colocaria China em posição de liderança 'inatacável' sobre EUA, diz analista
    China avança na construção da maior rede móvel 5G do mundo
    Tags:
    China, EUA, 5G, CCTVNEWS
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar