12:13 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 61
    Nos siga no

    País vive cenário de guerra civil com os militares exercendo forte repressão sob manifestantes que não apoiam o golpe de Estado. Base da Força Aérea é atacada e seis militares foram mortos durante explosões.

    Nesta quinta-feira (29), três explosões consecutivas abalaram uma base da Força Aérea na região de Magway, no centro de Mianmar, deixando seis militares mortos, informou a agência local de notícias Delta News.

    segundo a Reuters, não teria sido só uma, mais sim duas bases atacadas. A primeira teria sofrido três explosões e a segunda recebido lançamentos de cinco foguetes, de acordo com a mídia.

    Mianmar se encontra em intenso conflito civil desde que um golpe de Estado foi aplicado por militares no país, tirando do poder a presidente democraticamente eleita, Aung San Suu Kyi, no dia 1º de fevereiro. Protestos pró-democracia abalaram cidades e vilas, com o Exército os reprimindo com força letal, matando centenas de pessoas.

    Na terça-feira (27), após reunião em Jacarta, na Indonésia, entre membros de países vizinhos da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) para tentar contornar o cenário violento em Mianmar, os militares disseram que a violência só vai acabar quando "o país retornar à normalidade".

    O chefe militar de Mianmar, general sênior Min Aung Hlaing (à esquerda), gesticula ao ser recebido em Jacarta, na Indonésia, durante sua chegada para a cúpula dos líderes da ASEAN, em 24 de abril de 2021
    © REUTERS / Cortesia do Palácio Presidencial da Indonésia
    O chefe militar de Mianmar, general sênior Min Aung Hlaing (à esquerda), gesticula ao ser recebido em Jacarta, na Indonésia, durante sua chegada para a cúpula dos líderes da ASEAN, em 24 de abril de 2021

    A Rússia apoiou a reunião realizada na ASEAN e afirmou que Moscou está pronta para ajudar a encontrar maneiras de normalizar a situação no país asiático junto a parceiros regionais. "Estamos prontos, junto com os parceiros regionais de Naypyidaw, para ajudar a encontrar maneiras de normalizar a situação na amistosa Mianmar", disse uma nota do Ministério das Relações Exteriores russo.

    Mais:

    Rússia oferece ajuda para encontrar meios de normalizar situação em Mianmar
    Mais de 80 pessoas morreram em protestos em Mianmar na 6ª feira, diz ONG
    Militares de Mianmar chegaram ao poder para evitar 'uma 2ª Síria' no país, diz porta-voz à Sputnik
    Tags:
    Mianmar, ataques, base aérea, Exército
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar