23:28 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Situação da COVID-19 em meados de abril no mundo (75)
    120
    Nos siga no

    A Coreia do Sul cobrará impostos sobre ganhos de capital de criptomoedas a partir de 2022, apesar da crescente pressão de investidores para adiar a tributação.

    Segundo informações da agência Yonhap, o governo sul-coreano planeja criar um imposto de 20% sobre ganhos de capital de transações de ativos virtuais a partir do próximo ano.

    Os investidores de bitcoins e outras criptomoedas contestam o plano, alegando que as autoridades deveriam, no mínimo, aplicar os mesmos padrões de tributação às transações com ações.

    Segundo o governo, investidores em ações e títulos deverão pagar impostos sobre ganhos de capital superiores a US$ 45 mil (cerca de R$ 244 mil). O ministro das Finanças, Hong Nam-ki, disse ainda que foi planejado cobrar um imposto sobre os lucros da negociação de ativos virtuais.

    "Quando os ganhos de capital são gerados a partir de transações de ativos virtuais, não podemos deixar de impor o imposto para promover a igualdade tributária", disse Hong a repórteres.

    De acordo com as leis tributárias da Coreia do Sul, o país cobra impostos sobre os lucros de ativos intangíveis (como capital intelectual, direitos autorais ou direitos de marcas registradas).

    Ativos criptográficos são categorizados como ativos intangíveis, de acordo com as regras de contabilidade internacionais, e portanto passíveis de serem submetidos a uma categoria diferente de impostos. Em sua fala, Hong reiterou que as criptomoedas são ativos virtuais sem valor intrínseco.

    "Ativos criptográficos estão expostos a altas flutuações de preços e riscos de investimento. Os investidores devem estar cientes de que podem sofrer danos extremamente elevados, em comparação com outros ativos de investimento", disse ele.

    As autoridades financeiras da Coréia do Sul lançaram uma forte repressão contra qualquer ilegalidade envolvendo criptomoedas, como lavagem de dinheiro, em meio à disparada dos preços do dinheiro virtual.

    Os investidores passaram a comprar mais as moedas virtuais, pois elas se tornaram um ativo lucrativo em meio ao novo surto do coronavírus na Ásia, enquanto o mercado de ações permanece monótono e desinteressante.

    Painel mostra a cotação das principais moedas digitais, inclusive do bitcoin (BTC), no canto superior esquerdo, na Coreia do Sul
    © AP Photo / Lee Jin-man
    Painel mostra a cotação das principais moedas digitais, inclusive do bitcoin (BTC), no canto superior esquerdo, na Coreia do Sul

    Tema:
    Situação da COVID-19 em meados de abril no mundo (75)

    Mais:

    Bitcoin é 'arma financeira chinesa' que ameaça o dólar norte-americano, diz cofundador do PayPal
    'Britcoin'? Reino Unido considera criar moeda digital para desafiar bitcoin e outras criptomoedas
    'Vai ser feio': especialista refere 2 razões para o fim 'inevitável' do bitcoin
    Tags:
    Coreia do Sul, bitcoin, Bitcoin, criptomoeda, tributação, impostos, aumento de impostos, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar