14:53 20 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5301
    Nos siga no

    A Administração Estatal Chinesa para Regulamentação do Mercado multou o gigante do comércio eletrônico Alibaba em 18,228 bilhões de yuans (US$ 2,78 bilhões, R$ 15,7 bilhões) por violar regras antimonopólio.

    O órgão iniciou uma investigação sobre as violações antimonopólio do Alibaba no final de 2020, com a empresa expressando disposição para cooperar com as autoridades.

    "Em consonância com os artigos 47 e 48 da Lei Antimonopólio da China, bem como dada a natureza, duração e escala das atividades ilegais do Grupo Alibaba, a Administração Estatal Chinesa de Regulamentação do Mercado impôs em 10 de abril de 2021, uma punição administrativa, decidindo multar a empresa em 4% de suas vendas líquidas internas em 2019", informou o órgão em comunicado.
    O presidente do Alibaba Group, Jack Ma, fala durante um seminário em Bali, Indonésia.
    © AP Photo / Firdia Lisnawati
    O presidente do Alibaba Group, Jack Ma, fala durante um seminário em Bali, Indonésia

    Posteriormente, o Alibaba publicou comunicado em que a empresa admitia a culpa e aceitava a multa aplicada.

    "Hoje recebemos um protocolo sobre punição administrativa da Administração Estatal Chinesa para Regulação do Mercado. Quanto à multa, nós a aceitamos sinceramente e obedecemos integralmente", disse a empresa em nota.

    O Alibaba também prometeu intensificar seus esforços para respeitar a lei e administrar o negócio de maneira socialmente responsável.

    Mais:

    Além de Jack Ma: investigação contra Alibaba é repressão chinesa ou tendência mundial?
    Fora de vista: o que teria levado ao desaparecimento de Jack Ma, dono do Alibaba?
    Grupo chinês Alibaba está sob ameaça de maior multa na história da China, diz mídia
    Tags:
    China, governo, monopólio, Alibaba, Alibaba Group, multa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar