21:06 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 2326
    Nos siga no

    Os drones da China que se aproximarem demasiado de Taiwan serão tratados "de acordo com as regras" e rechaçados, disse o dirigente do órgão que superintende a Guarda Costeira do país em meio a incursões aéreas de Pequim.

    Taiwan poderá disparar contra drones chineses que surgirem perto demais de seu espaço aéreo, disse na quarta-feira (7) um alto responsável do país, conforme citado pela agência Reuters.

    "Depois de [um drone chinês] entrar, será tratado de acordo com as regras. Se precisarmos abrir fogo, abriremos fogo", afirmou Lee Chung-wei, presidente do Conselho de Assuntos Oceânicos de Taiwan, que dirige a Guarda Costeira nacional, em resposta a uma pergunta em uma sessão parlamentar.

    Segundo ele, Taipé já detectou drones da China em volta das ilhas Pratas.

    "Eles nunca entraram em nossas águas e espaço aéreo restrito, apenas voaram em torno deles a uma certa distância", detalhou Lee.

    Embora a China não reconheça as pretensões de soberania de Taiwan e pretenda incorporar a ilha sob o conceito de Uma Só China, os veículos aéreos não tripulados de Pequim não se têm aproximado mais que seis quilômetros do território da República da China.

    As ilhas Pratas se localizam no mar do Sul da China, cujas águas têm sido disputadas por vários países da região, incluindo a China e Taiwan, sendo que o último está militarmente alinhado com os EUA, que também enviam frequentemente seus navios à região.

    Taiwan tem relatado várias incursões de aeronaves da China junto da ilha principal e das ilhas Pratas, e na segunda-feira (5) Pequim declarou que realizará frequentes exercícios militares perto do território.

    Mais:

    'Solução pacífica': premier japonês pretende acalmar tensão China-Taiwan durante visita aos EUA
    Destróier Type 055 se junta a grupo de navios chineses no mar do Sul da China pela 1º vez
    China envia 4 aviões militares à zona de identificação aérea de Taiwan
    Tags:
    Mar do Sul da China, República da China, Uma Só China, Reuters, Guarda Costeira, EUA, China, Taiwan
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar