10:24 13 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    343
    Nos siga no

    As Nações Unidas não estarão representadas nas próximas negociações em Moscou sobre o acordo de paz no Afeganistão.

    A própria Organização das Nações Unidas (ONU) confirmou a informação nesta quarta-feira (17), por meio de comunicado.

    "Respondendo à sua pergunta sobre o Afeganistão, as Nações Unidas não estão enviando ninguém para as negociações em Moscou", disse o comunicado.

    O encontro de quinta-feira (18) reunirá representantes de Rússia, China, Estados Unidos e Paquistão. As negociações visando a paz no Afeganistão vêm sendo realizadas em Doha, no Catar, desde setembro, mas até agora não conseguiram reduzir a violência no país.

    Tanto o governo afegão quanto o Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) confirmaram planos de ingressar na conferência de Moscou. O Talibã já informou que as negociações em Moscou complementarão, mas não substituirão, o processo de paz em Doha.

    O chefe político do Talibã, Sher Mohammad Abbas Stanikzai, segundo à esquerda, e membros da delegação participam de uma reunião com o representante da Rússia para o Afeganistão, Zamir Kabulov, no Ministério das Relações Exteriores da Rússia, em Moscou, em 29 de janeiro de 2021
    © Sputnik / RIA Novosti
    O chefe político do Talibã, Sher Mohammad Abbas Stanikzai, segundo à esquerda, e membros da delegação participam de uma reunião com o representante da Rússia para o Afeganistão, Zamir Kabulov, no Ministério das Relações Exteriores da Rússia, em Moscou, em 29 de janeiro de 2021

    O governo afegão será representado por uma delegação de 16 membros, liderada pelo presidente do Alto Conselho para a Reconciliação Nacional, Abdullah Abdullah. A equipe do Talibã será chefiada pelo negociador-chefe da organização, Mullah Baradar Akhund.

    O governo dos Estados Unidos confirmou o envio do representante especial para a reconciliação do Afeganistão, Zalmay Khalilzad. O Catar, que também recebeu um convite para comparecer, será representado pelo enviado especial contra o terrorismo Mutlaq Al-Qahtani.

    Mais:

    Alemanha perde 1 drone Heron após incidente no Afeganistão
    Explosão de mina mata 4 policiais no Afeganistão
    'Não houve qualquer decisão' sobre retirada das tropas dos EUA do Afeganistão, diz Pentágono
    Retirada da OTAN do Afeganistão dependerá dos níveis de violência, diz Stoltenberg
    Tags:
    Nações Unidas, ONU, Moscou, Rússia, paz, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar