18:07 16 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    7136
    Nos siga no

    Novas imagens de satélite revelam suposta modificação na entrada de uma instalação norte-coreana para obscurecer abrigo de armas nucleares.

    A imagem, registrada em 11 de fevereiro, mostraria a modificação de uma instalação na Coreia do Norte com objetivo de ocultar sua entrada subterrânea, a qual agências de inteligência dos EUA acreditam servir de cobertura para armas nucleares, segundo relata a CNN.

    Registrada pela empresa de tecnologia espacial Maxar e analisada por especialistas do Instituto de Estudos Internacionais de Middlebury, na Califórnia, a imagem mostra que o país construiu novas estruturas em Yongdok-tong ao longo de 2020.

    ​Novas imagens de satélite obtidas pela CNN e Kylie Atwood revelam que a Coreia do Norte tomou recentemente medidas para ocultar túneis subterrâneos em Yongdok-tong. Agências de inteligência dos EUA acreditam que o local está sendo usado para armazenar armas nucleares. 

    Yongdok-tong foi anteriormente identificada pela inteligência dos EUA como uma suspeita instalação de armazenamento de armas nucleares, e ainda se acredita que seja usada para esse propósito, segundo a mídia.

    As imagens de satélite reafirmariam a informação de que a Coreia do Norte continua a desenvolver ativamente armas nucleares por todo o país, enquanto efetua novos passos para esconder o estoque já acumulado, de acordo com a CNN.

    "As imagens divulgadas mostram o par de entradas do túnel em dezembro de 2019 e uma nova estrutura semelhante a um prédio visível em fevereiro de 2021. Não importa o quão cômico seja o esforço, a Coreia do Norte continua a atualizar suas instalações de armas nucleares e se esforça para ocultá-las", disse Jeffrey Lewis, professor do instituto citado pela mídia.

    Legisladores e principais aliados dos EUA estão aguardando os detalhes sobre a política do presidente Joe Biden para Pyongyang, a qual esperam ser anunciada nas próximas semanas, quando o governo concluir uma revisão da política.

    Para mídia, o governo Biden disse pouco sobre seus planos de se envolver com a Coreia do Norte durante as primeiras semanas de mandato, com altos funcionários oferecendo apenas declarações vagas.

    "Pretendemos revisar toda a abordagem da política para a Coreia do Norte, porque este é um problema difícil que atormentou administração após administração e que não melhorou. Na verdade, piorou", disse Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA citado pela mídia.

    Alguns especialistas acreditam que os EUA devem enviar um sinal direto à Coreia do Norte para demonstrar disposição de se engajar, mais cedo ou mais tarde. "É um momento de oportunidade, espero que eles busquem comunicação logo no início [...]. Deve haver um canal de comunicação diretamente com Kim Jong-un", disse Vincent Brooks, general que comandou as Forças dos Estados Unidos na Coreia durante o governo Trump.

    Mais:

    Dependência da Coreia do Norte da China é escolha perigosa para Kim Jong-un, segundo mídia
    Coreia do Norte tentou roubar tecnologia de vacina da Pfizer contra COVID-19, segundo inteligência
    Estrela de Instagram nigeriana ajudou em crime cibernético da Coreia do Norte
    Tags:
    armas nucleares, imagens, satélite, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar