02:25 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Coronavírus no mundo no final de fevereiro de 2021 (71)
    3160
    Nos siga no

    Analista japonês avalia eficácia da vacina russa Sputnik V contra o novo coronavírus, comparando os imunizantes já existentes.

    O portal Yahoo News Japan publicou uma matéria do analista japonês Kazuhiko Fuji que comparou diferentes vacinas contra o coronavírus, reconhecendo a eficácia da vacina Sputnik V.

    O autor do artigo, analista principal e professor do Instituto de Pesquisa de Economia, Comércio e Indústria do Japão (RIETI, na sigla em inglês), comparou várias vacinas: as vacinas norte-americanas da Pfizer e da Moderna, a vacina britânica AstraZeneca, a vacina russa Sputnik V e duas vacinas chinesas sem as nomear.

    De acordo com Fugi, o confronto entre a China e o Ocidente sobre a resposta inicial ao novo coronavírus também se estende ao campo da vacinação. No pano de fundo desse confronto, o ranking da vacina russa está crescendo rapidamente.

    Inicialmente, quando a vacina ainda não tinha resultados da terceira fase dos ensaios clínicos, havia relatos de poucas pessoas pretenderem se vacinar com a Sputnik V, segundo Fuji. No entanto, posteriormente sua eficácia de 92% foi confirmada.

    Administrada em duas doses, a vacina russa usa em cada dose um tipo diferente de vetor. A AstraZeneca, produzindo sua vacina com base em um único vetor, reconheceu a superioridade da Sputnik V, conforme o analista japonês.

    "Considerando todas as circunstâncias, provavelmente, é necessário pensar em usar a Sputnik V no Japão em uma perspectiva de médio prazo. Acredita-se que a luta contra a COVID-19 pode se prolongar e, por isso, muitos especialistas começaram a sublinhar a importância da combinação de medidas", escreveu Fuji.

    Atualmente, o Japão não planeja aplicar a vacina russa Sputnik V contra o novo coronavírus, mas em 1961 a URSS já tinha fornecido ao Japão a vacina contra a poliomielite, que ajudou a reduzir o número de crianças doentes no país, lembrou Fuji.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no final de fevereiro de 2021 (71)

    Mais:

    COVID-19: variante da Califórnia parece ser mais contagiosa e resistente a vacinas, aponta estudo
    Ministra da Saúde de Montenegro é vacinada contra a COVID-19 com a Sputnik V
    Instituto Serum envia 1ª remessa de doses da vacina contra COVID-19 ao COVAX
    Israel faz doação de vacinas excedentes; Palestina, Honduras e República Tcheca recebem doses
    STF permite estados e municípios comprarem vacina se governo não cumprir plano de imunização
    Tags:
    Japão, novo coronavírus, pandemia, COVID-19, Sputnik V, vacina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar