15:16 12 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 31
    Nos siga no

    O Departamento do Tesouro dos EUA informou nesta segunda-feira (22) que foram aplicadas sanções contra dois indivíduos em conexão com o golpe militar em Mianmar.

    "Hoje, o Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros [OFAC, na sigla em inglês] do Departamento do Tesouro dos EUA sancionou dois indivíduos ligados ao aparato militar responsável pelo golpe em Mianmar. O Tesouro tomou essas medidas em resposta à morte de manifestantes pacíficos pelas forças de segurança", diz o comunicado.

    De acordo com o Departamento do Tesouro, os EUA sancionaram o tenente-general Moe Myint Tun e o general Maung Maung Kyaw.

    Após o golpe realizado no país, os militares de Mianmar anunciaram que os dois homens seriam membros do Conselho de Administração do Estado.

    Forças de segurança reprimem protesto em Mianmar.
    © REUTERS / Stringer
    Forças de segurança reprimem protesto em Mianmar.

    Em protesto contra o golpe militar em Mianmar realizado no último sábado (20), as forças de segurança do país reprimiram os manifestantes e deixaram ao menos duas pessoas mortas.

    No dia 1º de fevereiro, o Exército de Mianmar derrubou o governo e declarou um estado de emergência por um ano. O presidente, Win Myint, e a líder do partido governista e vencedora do Nobel da Paz em 1991, Aung San Suu Kyi, foram presos pelos militares em seguida.

    Mais:

    Biden anuncia sanções dos EUA contra líderes militares de Mianmar
    Rússia diz ser contra tentativas de 'fazer barulho' em torno da situação em Mianmar
    Conselho de Direitos Humanos da ONU pede o fim do estado de emergência em Mianmar
    Mianmar: militares dizem que não tiveram outra opção a não ser tomar o poder
    Tags:
    sanção, golpe militar, golpe, militares, Exército, Mianmar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar