21:55 25 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de fevereiro de 2021 (110)
    0 31
    Nos siga no

    O Ministério da Saúde, Trabalho e Previdência do Japão aprovou neste domingo (14) o uso emergencial da vacina desenvolvida pela farmacêutica Pfizer contra a COVID-19 no país.

    Este foi o primeiro imunizante aprovado para uso emergencial no Japão. A medida ocorre cinco meses antes do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

    O primeiro-ministro Yoshihide Suga disse que as vacinações começarão na próxima semana, a partir de dez mil profissionais de saúde. O governo japonês espera garantir a compra de doses suficientes para imunizar toda a população do país até o meio do ano.

    Na sexta-feira (12), o comitê de saúde do governo do Japão aprovou o imunizante desenvolvido pela Pfizer em parceria com a BioNTech. As informações foram publicadas pela agência Reuters.

    Yoshihide Suga, primeiro-ministro do Japão, em coletiva de imprensa.
    © AP Photo / Kazuhiro Nogi
    Yoshihide Suga, primeiro-ministro do Japão, em coletiva de imprensa.

    Grande parte do Japão está em estado de emergência após ver o número de mortes causadas pela COVID-19 aumentarem durante uma terceira onda do novo coronavírus. Os Jogos Olímpicos devem começar em 23 de julho.

    Um estudo publicado na segunda-feira (8) mostrou que a vacina contra a COVID-19 desenvolvida pela Pfizer/BioNTech é eficaz contra as variantes do novo coronavírus encontradas na África do Sul, no Reino Unido e no Brasil.

    No fim de janeiro, a Pfizer e a BioNTech anunciaram que desenvolveriam uma dose de reforço de sua vacina contra novas variantes.

    Tema:
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de fevereiro de 2021 (110)

    Mais:

    Japão pretende criar míssil capaz de atingir Rússia
    Japão protesta contra 'incursão' da China perto de ilhas disputadas entre os países
    EUA e Japão prorrogam acordo sobre tropas e expressam preocupação com 'assertividade' da China
    Japão reporta mais de 100 feridos após terremoto de magnitude 7,3
    Outro terremoto de magnitude 5,2 atinge prefeitura de Fukushima, Japão
    Tags:
    novo coronavírus, imunizante, imunização, vacinação, vacina, primeiro-ministro, Yoshihide Suga, Japão, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar