06:49 28 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    4113
    Nos siga no

    Um submarino da Marinha do Japão colidiu ontem (8) com um navio comercial no Oceano Pacífico. Três tripulantes do submarino ficaram levemente feridos, e a embarcação não registrou danos.

    O Soryu, com 84 metros de comprimento, raspou no casco do navio enquanto voltava à superfície, disse o Ministério da Defesa do Japão, acrescentando que o mastro da antena do submarino e outras partes superiores foram levemente danificados.

    O Soryu é um submarino diesel-elétrico com um deslocamento padrão de 2.950 toneladas e uma tripulação de cerca de 65 pessoas. Apesar do choque, a embarcação foi capaz de continuar navegando.

    O porta-voz do governo Katsunobu Kato disse em uma entrevista coletiva que o navio envolvido na colisão, quando contatado pela Guarda Costeira do Japão, relatou que nenhum impacto foi sentido, e que nenhum dano foi registrado.

    Submarino da classe Soryu Hakuryu é visto atracado na base naval de Sydney, Austrália, em 15 de abril de 2016
    © AFP 2021 / Peter Parks
    Submarino da classe Soryu Hakuryu é visto atracado na base naval de Sydney, Austrália, em 15 de abril de 2016

    O navio atingido foi um graneleiro - categoria que carrega mercadorias a granel, como minerais, carvão e grãos - com bandeira de Hong Kong, segundo informações do Japan Times.

    A colisão ocorreu ao largo do cabo Ashizuri, na província de Kochi. O ministro da Defesa japonês, Nobuo Kishi, disse que o submarino, que estava em treinamento de rotina, avistou o navio comercial pelo periscópio enquanto subia, mas não foi capaz de evitá-lo a tempo.

    Como o equipamento de comunicação do submarino foi danificado no acidente, o relato do incidente foi atrasado. A tripulação acabou conseguindo fazer isso por telefone celular horas mais tarde.

    Algumas fotos de boa qualidade do Soryu após sua colisão com uma embarcação civil. Parece que o submarino ficará fora de ação por um tempo para fazer os reparos necessários no estaleiro​.

    Kishi disse que foi instruído pelo primeiro-ministro Yoshihide Suga para confirmar a segurança do navio comercial e fornecer assistência de resgate, se necessário.

    A Guarda Costeira do Japão disse que abrirá uma investigação, já que o incidente pode colocar o tráfego em risco devido à negligência. O Conselho de Segurança de Transporte do Japão lançou sua própria investigação.

    Mais:

    Japão teria decidido cancelar as Olimpíadas e tentar sede de 2032, diz mídia
    Pentágono confirma que vai apoiar Japão e defender ilhas Senkaku contestadas pela China
    Mídia revela acordo secreto entre EUA e Japão para implantação de unidade anfíbia em Okinawa
    Tags:
    superfície, navio cargueiro, navio, Marinha do Japão, Marinha, submarino
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar