01:23 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Situação mundial da COVID-19 no início de fevereiro de 2021 (80)
    1110
    Nos siga no

    País asiático agora é o 23º do mundo a autorizar o uso do imunizante. Neste mês, a revista científica The Lancet divulgou que a eficácia da Sputnik V é de 91,6%.

    O Ministério da Saúde da Mongólia registrou a vacina russa Sputnik V contra a COVID-19, informou o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI) nesta terça-feira (9). De acordo com o RFPI, o imunizante foi aprovado rapidamente pelo país.

    "A vacina foi aprovada com o procedimento de autorização de uso de emergência, sem ensaios clínicos adicionais no país. A autorização foi obtida com a ajuda do parceiro local da RFPI, a Mongol Emimpex Concern LLC, empresa farmacêutica líder do país", afirmou o órgão em um comunicado à imprensa.
    Moscovita recebe dose da vacina Sputnik V em ponto de vacinação instalado na Ópera Helikon, Moscou, Rússia, 20 de janeiro de 2021
    © Sputnik / Yevgeny Odinokov
    Moscovita recebe dose da vacina Sputnik V em ponto de vacinação instalado na Ópera Helikon, Moscou, Rússia, 20 de janeiro de 2021

    Com isso, a Mongólia se tornou o 23º país do mundo a aprovar a Sputnik V.

    No início deste mês, a revista científica The Lancet publicou uma análise dos testes da fase 3 da vacina Sputnik V, mostrando sua eficácia de 91,6% contra a COVID-19.

    Tema:
    Situação mundial da COVID-19 no início de fevereiro de 2021 (80)

    Mais:

    Brasil pretende doar 1 milhão de testes de COVID-19 quase vencidos ao Haiti
    Brasil ultrapassa marca de 232 mil mortos pela COVID-19; vacinados chegam a cerca de 3,8 milhões
    Estudo mostra que vacina contra gripe diminui sintomas da COVID-19 em crianças
    Tags:
    Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI), Rússia, Ásia, Mongólia, Sputnik V, vacinação, vacina, novo coronavírus, pandemia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar