21:42 25 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5135
    Nos siga no

    Neste domingo (7), o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, lamentou durante discurso que não haja um acordo de paz firmado com a Rússia em relação à disputa territorial das Ilhas Curilas.

    O primeiro-ministro discursou na convenção nacional anual para a recuperação dos chamados "Territórios do Norte", um evento realizado todos os anos no Japão em 7 de fevereiro. Este ano, não há convidados presentes na convenção por causa da COVID-19, segundo organizadores disseram à Sputnik.

    "A situação em que, apesar do fato de que 75 anos se passaram [desde o fim da Segunda Guerra Mundial], o problema dos Territórios do Norte não foi resolvido e um tratado de paz não foi concluído entre o Japão e a Rússia, é muito lamentável. Em setembro do ano passado, pouco depois de me tornar primeiro-ministro, conversamos por telefone com o presidente [russo] [Vladimir] Putin e concordamos em continuar o diálogo, inclusive sobre a conclusão de um tratado de paz", disse Suga neste domingo (7).

    O premiê japonês salientou que o fato de a convenção ser realizada, apesar da pandemia, "tem um significado profundo". Já o ministro das Relações Exteriores do Japão, Toshimitsu Motegi, disse na convenção que a disputa territorial continua sendo o maior problema nas relações russo-japonesas e precisa ser resolvida o mais rápido possível. Motegi disse que pretende continuar as negociações com a Rússia "com base na posição fundamental sobre a necessidade de resolver a disputa territorial e concluir um tratado de paz".

    Ilha russa Kunashir, no arquipélago das Ilhas Curilas
    © Sputnik / Andrei Shapran
    Ilha russa Kunashir, no arquipélago das Ilhas Curilas

    O Japão reivindica da Rússia o controle das ilhas Iturup, Kunashir, Shikotan e Habomai no arquipélago das Ilhas Curilas, que os japoneses chamam de "Territórios do Norte". A Rússia defende que sua soberania sobre as ilhas, que se tornaram parte da União Soviética após a Segunda Guerra Mundial, é indiscutível.

    Em janeiro deste ano, Suga disse que o Japão fará esforços para fortalecer as relações bilaterais com a Rússia, inclusive encerrando a disputa territorial e assinando um tratado de paz.

    Mais:

    Submarinos russos conduzem duelo subaquático no mar do Japão
    Fragata modernizada da Rússia testa novos sistemas de artilharia no mar do Japão (VÍDEO)
    Japão pretende criar míssil capaz de atingir Rússia
    Tags:
    Ilhas Curilas, Yoshihide Suga, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar