01:03 07 Março 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    123
    Nos siga no

    Um diplomata norte-coreano "fugiu" para a Coreia do Sul enquanto ocupava cargo de chefe de missão na embaixada do país no Kuwait, revelou um legislador nesta segunda-feira (25).

    Ryu Hyun Woo era embaixador em exercício e chefiava a embaixada da Coreia do Norte no Kuwait desde que o seu antecessor, So Chang Sik, foi expulso após uma resolução das Nações Unidas de 2017 decidir reduzir as missões diplomáticas do país no exterior.

    De acordo com Tae Yong Ho, que foi embaixador adjunto da Coreia do Norte no Reino Unido antes de fugir em 2016 para a Coreia do Sul e ser eleito legislador no ano passado, Ryu Hyun Woo desertou em setembro de 2020.

    Militares norte-coreanos na fronteira com a Coreia do Sul (foto de arquivo)
    © AP Photo / Jeon Young-han / The Dong-A Ilbo
    Militares norte-coreanos na fronteira com a Coreia do Sul (foto de arquivo)

    O Kuwait tinha sido a principal fonte de entrada de moeda estrangeira para Pyongyang, que enviava milhares de trabalhadores ao país, principalmente para projetos de construção, escreve Reuters.

    A deserção de Ryu poderia ser um sinal de que a elite norte-coreana, que reforça a base do poder de Kim Jong-un, tem se afastando de seu líder de forma lenta, mas constante, opina Tae Yong Ho.

    A Agência Nacional de Inteligência da Coreia do Sul recusou fazer quaisquer comentários a respeito.

    Mais:

    Mísseis norte-coreanos 'podem atingir bases dos EUA no Japão e Coreia do Sul', diz especialista
    FOTO de satélite mostra decréscimo de pesca ilegal na Coreia do Norte: estariam passando fome?
    Revista norte-americana revela como Coreia do Norte pretende revolucionar capacidades militares
    Tags:
    diplomata, embaixador, Kim Jong-un, Kuwait, desertor, Coreia do Sul, Coreia do Norte, missão diplomática
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar