00:35 26 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    173
    Nos siga no

    A Coreia do Norte aparentemente realizou nesta quinta-feira (14) uma parada militar após o Oitavo Congresso do Partido dos Trabalhadores da Coreia, informou uma fonte do governo sul-coreano, segundo a agência Yonhap.

    De acordo com a fonte da agência sul-coreana, que falou sob a condição de anonimato, o desfile militar começou por volta das 18h locais (6h em Brasília) e ainda estava em andamento após as 20h (8h em Brasília).

    Por sua vez, o site NK News, que monitora a Coreia do Norte, relatou através do depoimento de uma testemunha que um esquadrão de aviões militares foi visto em formação, soltando fogos de artifício sobre Pyongyang.

    A Yonhap também questionou um oficial militar da Coreia do Sul sobre o desfile e o mesmo disse que as Forças Armadas sul-coreanas estão observando de perto as ações no país vizinho.

    No início do dia, a mídia estatal da Coreia do Norte informou que o líder Kim Jong-un participou de uma apresentação de arte realizada em um estádio fechado em Pyongyang para celebrar o Oitavo Congresso do Partido dos Trabalhadores da Coreia, que foi concluído recentemente.

    Kim Jong-un participa do primeiro dia do 8º Congresso do Partido dos Trabalhadores em Pyongyang na data de hoje, 6 de janeiro de 2021
    © REUTERS / KCNA
    Kim Jong-un participa do primeiro dia do 8º Congresso do Partido dos Trabalhadores em Pyongyang na data de hoje, 6 de janeiro de 2021

    A apresentação ocorreu na quarta-feira (13), um dia depois do encerramento do congresso, que começou em 5 de janeiro.

    Na segunda-feira (11), oficiais militares da Coreia do Sul disseram que tinham detectado sinais de que a Coreia do Norte havia realizado um desfile militar no centro de Pyongyang na noite de domingo (10) por ocasião do Oitavo Congresso.

    A mídia estatal da Coreia do Norte, contudo, ainda não fez qualquer menção a esse evento, gerando especulações de que o mesmo poderia ter sido um ensaio e que uma parada militar ocorreria nos próximos dias.

    Pouco antes do congresso, imagens de satélite divulgadas pelo site 38north mostravam tropas ensaiando em formação e diversos veículos pesados estacionados em uma área de treinamentos no leste da capital norte-coreana. O site NK News, por sua vez, citou uma fonte que disse ter ouvido veículos pesados ​​se movimentando em Pyongyang no último domingo (10).

    Kim Yo-jong, irmã do líder da Coreia do Norte Kim Jong-un, durante cerimônia em Hanói, Vietnã (imagem de arquivo)
    © AP Photo / Pool / Jorge Silva
    Kim Yo-jong, irmã do líder da Coreia do Norte Kim Jong-un, durante cerimônia em Hanói, Vietnã (imagem de arquivo)

    Ontem (13), Kim Yo-jong, irmã do líder Kim Jong-un e membro do Comitê Central do partido, criticou os militares da Coreia do Sul por terem afirmado que tinham detectado sinais de um desfile em Pyongyang no domingo (10). Em um comunicado divulgado pela mídia norte-coreana, ela disse que esse "monitoramento" evidenciava uma "abordagem hostil" de Seul em relação à Coreia do Norte.

    A Coreia do Norte costuma transmitir os desfiles ao vivo pela televisão ou em imagens gravadas posteriormente. O último grande desfile ocorreu em outubro do ano passado, para comemorar o 75º aniversário de fundação do Partido dos Trabalhadores, no qual o país exibiu suas armas de última geração, incluindo um novo míssil balístico intercontinental e um míssil balístico lançado por submarino.

    Mais:

    Kim Jong-un chama EUA de 'maior inimigo' e ameaça aumentar poderio nuclear da Coreia do Norte
    Irmã de Kim Jong-un fica fora do Politburo da Coreia do Norte, levantando dúvidas sobre seu status
    Coreia do Sul eleva capacidades de combate para conter ameaça norte-coreana, diz ministro
    Tags:
    desfile militar, Partido dos Trabalhadores da Coreia, Exército Popular da Coreia do Norte, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar