20:54 08 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2188
    Nos siga no

    As relações sino-indianas vêm se intensificando desde abril de 2020. No ano passado, soldados de ambos os lados, estacionados na Linha de Controle Real, trocaram acusações de desrespeito dos acordos fronteiriços e tentativa de expansão das áreas ocupadas.

    Recentemente, os exércitos chinês e indiano foram, supostamente, flagrados movendo tanques para posições de combate no leste da região de Ladakh, segundo imagens de satélite que circulam nas redes sociais.

    Acredita-se que as forças se encontram na passagem de montanha Rezang La, dentro da região da Linha de Controle Real.

    Igualmente, ainda não é certo quem começou mais uma vez as hostilidades, uma vez que não houve nenhuma declaração feita tanto pela China como pela Índia.

    Imagens que circulam nas redes sociais na China mostram tanques e veículos de combate de infantaria como parte do impasse India-China, frente a frente no que parece ser Rezang La. A imagem [foi] supostamente registrada do lado indiano: as unidades verdes são indianas, as unidades vermelhas são chinesas.

    Esta possível nova reposição estratégica das forças combatentes acontece três dias após um soldado do Exército de Libertação Popular (ELP) da China ter sido detido pelo Exército indiano perto do monte Gurung, no setor de Chushul, no leste de Ladakh, em 8 de janeiro.

    O portal de notícias China Military Online reportou que o soldado teria se perdido "por causa da escuridão e geografia complicada", mas acabou retornando à China após acordo com a Índia que, por sua vez, investiga as circunstâncias em que o soldado chinês se perdeu e cruzou a Linha de Controle Real.

    Mais:

    Em meio a tensões com EUA, China revela plano para contrariar restrições comerciais 'injustificadas'
    Índia encomenda 12 navios-patrulha para 'combater' China em Ladakh
    Índia ignora pressão dos EUA e enviará à Rússia centenas de militares para curso do S-400, diz fonte
    Tags:
    tensão geopolítica, fronteiras, Ladakh, Índia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar