13:00 21 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)
    0 22
    Nos siga no

    Na tentativa de barrar a COVID-19, passageiros só poderão ler o que trouxerem para os aviões, mas regra não inclui alimentos e líquidos. País tem 7.163 casos e apenas 63 mortes.

    A Tailândia proibiu a partir desta sexta-feira (1º) a distribuição de comidas, bebidas e revistas nos voos domésticos para tentar conter o avanço da COVID-19 no país. E quem não seguir o novo regulamento da Autoridade de Aviação Civil será punido, informou o jornal britânico The Daily Mail.

    A mudança acontece após a Tailândia registrar duas novas mortes pelo novo coronavírus na sexta-feira (1º), levando o número total de infecções para 7.163 e o de mortes para 63 desde o início do surto em janeiro de 2020.

    A maioria dos novos casos resultou da transmissão local da doença, enquanto seis vieram do exterior, disse o grupo de trabalho governamental sobre a COVID-19.

    A Tailândia impôs anteriormente a mesma proibição aos serviços de alimentação e bebidas a bordo entre 26 de abril e 31 de agosto de 2020, mas sem incluir material impresso.

    O consumo de qualquer alimento ou bebida é proibido sob as novas regras, mesmo que os passageiros tenham adquirido os itens fora das aeronaves. No entanto, a leitura a bordo continua permitida se o material impresso for deles.

    Medidas em Bangcoc

    A capital tailandesa Bangcoc vai interromper as atividades escolares durante duas semanas após as férias de Ano Novo para reforçar as medidas e tentar controlar uma nova onda da pandemia do novo coronavírus, disse a prefeitura na sexta-feira (1º).

    A Tailândia confirmou 279 casos de coronavírus nas últimas 24 horas com a maioria deles ligados a um aglomerado de trabalhadores migrantes na província de Samut Sakhon, ao sul da capital, e a outro ligado a jogos ilegais que começou na província oriental de Rayong.

    Estes novos agrupamentos começaram a se espalhar por Bangcoc, levando o prefeito da cidade a reforçar as medidas para conter a propagação do vírus.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)

    Mais:

    Israel já vacinou um milhão de pessoas contra a COVID-19, mais de 10% da população
    Reino Unido registra mais de 50 mil novos casos de COVID-19 em 24h
    Que lições a humanidade pode tirar da pandemia da COVID-19? 
    Tags:
    novo coronavírus, Bangcoc, voos domésticos, Tailândia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar