10:08 28 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 232
    Nos siga no

    Dois destróieres norte-americanos passaram pelo estreito de Taiwan durante "trânsito rotineiro", tachado como "ação provocativa" por Pequim.

    A Marinha dos EUA fez uma "demonstração de força" com a travessia de dois destróieres de mísseis, o USS John S. McCain, e o USS Curtis Wilbur, pelo estreito de Taiwan na manhã de quinta-feira (31), declarou o Ministério da Defesa da China em nota de protesto.

    De acordo com a declaração, o passo se trata de uma "ação provocativa" que "enviou o sinal errado às 'forças de independência de Taiwan' e colocou seriamente em perigo a paz e a estabilidade na área do estreito de Taiwan".

    "O Exército de Libertação Popular (ELP) da China mantém sempre um alto nível de alerta e pode responder a qualquer momento a qualquer ameaça ou provocação, e defender resolutamente a soberania nacional e a integridade territorial."

    O setor militar norte-americano, por sua vez, afirmou em um comunicado que é um "trânsito rotineiro", que "demonstra o compromisso dos EUA com um Indo-Pacífico livre e aberto", e feito segundo a lei internacional.

    O Ministério da Defesa de Taiwan relatou ter observado a passagem dos navios, e que "a situação é normal".

    Pequim defende o conceito de Uma Só China, com o qual Taiwan faz parte da República Popular da China, ao passo que Taipé tem reforçado os laços com Washington durante a administração Trump, com frequentes casos de navios dos EUA entrando perto das águas da China continental, onde também está concentrado um alto número de embarcações chinesas.

    Mais:

    Taipé entra em alerta máximo após passagem de porta-aviões chinês pelo estreito de Taiwan
    Marinha dos EUA adota 'postura mais assertiva' contra China e Rússia
    Avião espião dos EUA é visto no espaço aéreo chinês em meio a tensões entre Washington e Pequim
    Tags:
    Indo-Pacífico, ELP, Ministério da Defesa da China, Ministério da Defesa, USS Curtis Wilbur, USS John S. McCain, Marinha dos EUA, Taiwan, Estreito de Taiwan, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar