16:40 25 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Mundo enfrenta coronavírus no final de dezembro (111)
    7185
    Nos siga no

    Uma jornalista chinesa presa após cobrir a quarentena de Wuhan foi sentenciada a quatro anos de prisão, segundo seu advogado, um ano após o surgimento da COVID-19 neste cidade chinesa.

    A condenação de Zhang Zhan, ex-advogada de 37 anos, foi proferida por um tribunal de Xangai após um julgamento de várias horas, disse Ren Quanniu, um de seus advogados, a repórteres, nesta segunda-feira (28), segundo noticiou a AFP.

    "Ela parecia muito abatida quando o julgamento foi anunciado. A terminologia de provocação à agitação é frequentemente usada contra oponentes do regime do presidente Xi Jinping. Concretamente, o tribunal a acusou de ter divulgado informações falsas na Internet", disse outro advogado da ré.

    Em artigos que publicou on-line, a Zhang denunciou em particular o confinamento imposto a Wuhan (centro), citando "uma grave violação dos direitos humanos".

    Metrópole chinesa de Wuhan é fechada em 22 de janeiro durante a proliferação do coronavírus SARS-CoV-2 na China. O fato foi um marco do início do regime de quarentena em diversas partes no mundo para conter a pandemia
    © AFP 2020 / Hector Retamal
    Metrópole chinesa de Wuhan é fechada em 22 de janeiro durante a proliferação do coronavírus SARS-CoV-2 na China. O fato foi um marco do início do regime de quarentena em diversas partes no mundo para conter a pandemia

    Cerca de uma dúzia de diplomatas estrangeiros e apoiadores de Zhang tentaram sem sucesso entrar no tribunal de Xangai, onde o julgamento estava sendo realizado, mas a polícia empurrou eles e jornalistas para longe.

    Zhang Zhan estava em greve de fome desde junho e foi alimentada à força por meio de um tubo nasal, segundo seus advogados.

    Tema:
    Mundo enfrenta coronavírus no final de dezembro (111)

    Mais:

    Enfatizando China e Rússia, EUA elaboram estratégia para manter superioridade no mar
    Nova era? China pode substituir EUA como maior economia mundial, segundo relatório
    Ataque com faca mata 7 e fere diversas pessoas na China (VÍDEO)
    Tags:
    COVID-19, pandemia, justiça, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar