13:15 22 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 36
    Nos siga no

    Em Kaiyuan, cidade no noroesta da China, ao menos sete pessoas morreram e outras ficaram feridas após um ataque à faca neste domingo (27).

    O suspeito pelo crime, identificado apenas pelo sobrenome Yang, foi detido pela polícia em Kaiyuan, na província de Liaoning, segundo informações do South China Morning Post. De acordo com a publicação, a polícia confirmou que um homem estava atacando pessoas aleatoriamente na área de Suntai Road. A corporação também informou que um policial ficou ferido enquanto tentava prender o suspeito.

    Incidente com ferimento de faca em Kaiyuan, na região de Liaoning, causou sete mortes e sete feridos. O suspeito foi capturado; os feridos foram enviados ao hospital para tratamento.

    Testemunha do crime, uma mulher que dirige um estúdio de música em Suntai Road disse, segundo a publicação, que a maioria das vítimas pareciam mulheres de meia-idade ou idosas.

    Em um vídeo publicado nas redes sociais, várias pessoas podem ser vistas deitadas no chão enquanto policiais e profissionais da área médica se aglomeram na rua. A filmagem também mostra um homem vestido de preto sendo levado por uma equipe de polícia.

    Além de seu sobrenome, a polícia de Kaiyuan não divulgou nenhuma informação sobre o suspeito ou seu possível motivo, mas disse que uma investigação sobre o incidente foi iniciada. Apesar de seus métodos e sistemas de policiamento de alta tecnologia, ataques violentos não são incomuns na China.

    ​No mês passado, uma mulher na província de Fujian morreu do lado de fora de um hospital após ser atingida várias vezes por um homem que empunhava uma barra de aço. O agressor, que trabalhava no hospital, disse à polícia que ficou furioso depois de uma discussão com um colega e descontou na mulher por ser pequena e andar sozinha.

    Em janeiro do ano passado, um homem em Pequim enlouqueceu após ser demitido de seu emprego em uma escola, agredindo 20 alunos com um martelo. Em junho de 2018, um homem de 29 anos esfaqueou duas crianças até a morte nos portões de sua escola em Xangai. Mais tarde, ele disse à polícia que estava com raiva por estar desempregado e decidiu se vingar da sociedade. Ele foi condenado à pena de morte e executado no início deste mês.

    Mais:

    Nova era? China pode substituir EUA como maior economia mundial, segundo relatório
    De apoio à força principal: helicópteros do Exército da China serão cruciais em operações marítimas
    China descobre os maiores e mais antigos campos de arroz do mundo (FOTOS)
    Tags:
    assassinatos, morte, facada, faca, ataque, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar