16:24 15 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    212
    Nos siga no

    15 crianças foram mortas quando uma motocicleta carregada de explosivos foi detonada perto de um encontro religioso no leste do Afeganistão nesta sexta-feira (18), disseram as autoridades locais.

    As crianças estavam reunidas em uma casa na província de Ghazni para recitar versos do Alcorão, uma atividade regular no dia sagrado islâmico de sexta-feira, quando aconteceu a explosão, segundo publicou a AFP.

    A violência aumentou no Afeganistão nos últimos meses, apesar de o governo e o Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) iniciarem negociações de paz para encerrar o conflito no país.

    Veículo queimado após explosões gêmeas na província de Bamiyan, Afeganistão, 24 de novembro de 2020
    © REUTERS / Reuters TV
    Explosões no Afeganistão

    "Infelizmente, como resultado deste incidente, 15 pessoas, todas crianças, foram martirizadas", disse Wahedullah Jumazada, porta-voz do governador da província.

    Ahmad Khan Seerat, porta-voz da polícia provincial, confirmou a explosão. Ele disse ter sido um ataque do Talibã, acrescentando que outras 20 pessoas ficaram feridas, incluindo crianças.

    O porta-voz do Ministério do Interior, Tariq Arian, disse anteriormente que o grupo se reuniu para recitar o Alcorão no remoto distrito de Gilan, a cerca de 120 quilômetros da cidade de Ghazni, a capital da província.

    O Talibã e as forças do governo entram em confronto regularmente na província, onde os insurgentes controlam várias áreas.

    30 agentes de segurança foram mortos no mês passado, quando um homem-bomba atingiu uma base militar perto da cidade de Ghazni.

    Mais:

    Fabricante russa acusa Ucrânia de reparos ilegítimos de helicópteros Mi-17 do Afeganistão
    EUA ainda não encontraram evidências de supostas 'recompensas' russas no Afeganistão
    Pentágono não consegue rastrear bilhões de dólares perdidos em armas no Afeganistão
    Tags:
    terrorismo, criança, morte, ataque, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar