06:22 16 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 54
    Nos siga no

    Cerca de dois mil contêineres que estavam a bordo de um navio caíram no mar durante uma tempestade. Entre a carga perdida há mercadorias perigosas.

    O navio cargueiro ONE Apus ancorou na terça-feira (8) no porto japonês de Kobe depois que 1.816 contêineres caíram no mar devido às condições meteorológicas em 30 de novembro.

    O navio de carga enfrentou ondas de até 16 metros de altura, segundo comunicado oficial da empresa de transporte de contêineres Ocean Network Express.

    O incidente ocorreu a quase três mil quilômetros a noroeste do arquipélago do Havaí, EUA, e fez o navio suspender a viagem e mudar de direção para o porto japonês, aonde chegou depois de oito dias.

    Inicialmente, o navio ia de Yantian, na província chinesa de Guizhou, para Long Beach, Califórnia, EUA.

    Entre os contêineres desparecidos havia 64 com mercadorias perigosas. Especificamente, são 54 contêineres com fogos de artifício, oito com baterias e mais dois com etanol líquido.

    O navio porta-contêineres ONE Apus pode transportar cerca de 14 mil contêineres, por isso dois mil perdidos representam apenas 13% de sua capacidade total.

    Muitos dos contêineres que continuam no navio foram virados, de modo que a verdadeira dimensão do desastre está longe de ser estimada.

    A tripulação e navio de carga estão fora de perigo.

    Os 1.816 contêineres perdidos no mar marcam um novo recorde de perdas de cargas desse tipo.

    Mais:

    Poderoso furacão Iota deixa rastro de destruição no Caribe
    Velejador salva vida de colega após barco dobrar ao meio em regata de volta ao mundo
    Terremoto atinge ilha das Filipinas
    Tempestade Iota chega à América Central e autoridades temem pelo pior
    Tags:
    tempestade, ondas, carga, mar, navio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar