19:16 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    233
    Nos siga no

    Vários civis, entre eles algumas crianças, ficaram feridos depois que tropas da Índia bombardearam uma festa de casamento próxima da linha de controle na fronteira com o Paquistão, segundo as Forças Armadas paquistanesas.

    A agência ISPR, o braço de mídia e relações públicas das Forças Armadas do Paquistão, escreveu em um comunicado que "11 civis inocentes, entre eles seis mulheres e quatro crianças, ficaram feridos neste domingo [22] quando o Exército da Índia recorreu a uma violação não provocada do cessar-fogo no setor de Khuiratta, ao longo da Linha de Controle [LOC, na sigla em inglês], visando a população civil durante uma cerimônia de casamento na vila de Jigjot, com foguetes e morteiros pesados".

    O braço de comunicação das Forças Armadas do Paquistão acrescentou que esses ataques deliberados contra a população civil são um violação do cessar-fogo de 2003 e refletem "a falta de moral, a falta de profissionalismo e o profundo desrespeito aos direitos humanos".

    A tensão vem aumentando nas relações entre a Índia e o Paquistão após a deterioração da situação em Jammu e Caxemira em agosto de 2019, quando Nova Deli decidiu privar o território de autonomia e colocá-lo sob controle federal direto.

    Índia e Paquistão têm reivindicações conflitantes de soberania regional e travaram três guerras pelo território em disputa, muitas vezes se acusando mutuamente de provocações e violações de cessar-fogo. 

    Mais:

    Índia inicia construção de pista de pouso ao longo da fronteira chinesa, na Caxemira
    Terrorista e civil morrem durante operação policial em Jammu e Caxemira na Índia
    Questão de Jammu e Caxemira já não é disputa bilateral, diz analista
    Tags:
    conflito regional, Paquistão, Índia, Jammu e Caxemira
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar