19:57 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 90
    Nos siga no

    O departamento de Segurança Nacional de Hong Kong prendeu neste sábado (21) três pessoas acusadas de patrocinar atividades separatistas. Trio ajudava na fuga de manifestantes contra a Lei de Segurança Nacional.

    As três pessoas, com idades entre 50 e 53 anos, foram detidas para investigação sob a acusação de patrocinar atividades separatistas e lavagem de dinheiro, segundo a polícia de Hong Kong.

    Segundo informações do South China Morning Post, um dos presos era DJ de uma rádio, sendo que os outros dois eram sua esposa e um assistente.

    A polícia iniciou a investigação depois de perceber um crowdfunding nas redes sociais que alegava patrocinar pessoas para deixar a cidade após participarem de protestos.

    Uma investigação mais aprofundada descobriu que o dinheiro arrecadado foi usado para ajudar indivíduos e organizações separatistas.

    Até agora, um total de 32 pessoas foram detidas sob a Lei de Segurança Nacional em Hong Kong.

    Lei de Segurança Nacional em Hong Kong

    A nova legislação instituída por Xi Jinping proíbe atividades terroristas, subversivas e separatistas, assim como interferências estrangeiras em Hong Kong.

    Esta ação foi apoiada pelas lideranças de Hong Kong, mas despertou uma onda de protestos na cidade, uma vez que um grande setor da população local teme pela perda de direitos.

    De acordo com Pequim, a nova leia busca punir atividades ilegais no território sem afetar as liberdades democráticas atuais.

    Mais:

    Hong Kong cancela acordos de extradição com Alemanha e França
    Frango de Santa Catarina é liberado em Hong Kong após bloqueio por COVID-19
    Polícia de Hong Kong prende 90 pessoas em protesto contra adiamento das eleições
    Tags:
    interferência estrangeira, lavagem de dinheiro, separatistas, Prisão, Lei de Segurança Nacional, Hong Kong
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar