11:29 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    327
    Nos siga no

    Rafael Grossi, o diretor-geral da Agência Internacional de energia Atômica (AIEA), expressou esta semana sua preocupação de que a Coreia do Norte esteja desenvolvendo atividades nucleares na instalação de Kangson.

    "Estamos tentando aperfeiçoar a análise de Kangson, que é outro lugar. No início éramos um pouco mais prudentes, mas com uma nova análise pudemos ver que é um lugar relevante, onde ocorre essa atividade", afirmou diretor-geral durante uma coletiva de imprensa em 18 de novembro.

    Grossi disse ainda que, neste contexto, os especialistas da organização terão "um conjunto muito mais amplo de instalações e lugares para inspecionar" quando cheguem à Coreia do Norte.

    "É bom que comecemos a ter uma ideia do que ocorre em diferentes partes do país", disse.

    As autoridades da Coreia do Norte não fizeram observações em relação a esta instalação, onde, de acordo com relatos, se trabalha no enriquecimento de urânio.

    Em setembro, a AIEA mencionou as instalações de Kangson em um de seus relatórios, assinalando que sua construção "ocorreu antes das atividades de enriquecimento por centrifugação relatadas em Yongbyon, com a qual esta compartilha algumas características".

    Yongbyon é a principal instalação nuclear do país, inaugurada em 1980, sendo responsável pela construção de ogivas nucleares usadas em seis testes de armas nucleares desde 2006.

    Mais:

    Coreia do Norte constata fracasso das negociações nucleares com EUA
    Satélite teria captado atividades em complexo nuclear da Coreia do Norte
    Coreia do Sul e EUA monitoram atividades nucleares norte-coreanas (FOTOS)
    Tags:
    enriquecimento de urânio, Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), usina atômica, Coreia do Norte, usina nuclear
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar