20:28 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2225
    Nos siga no

    Coreia do Norte emitiu um aviso de "poeira amarela" que estaria sendo lançada no país pela China e que carregaria o novo coronavírus.

    Em sua primeira aparição em 25 dias, o líder norte-coreano Kim Jong-un ordenou que oficiais do país fizessem algo para deter a pandemia de COVID-19 e reforçou o alerta sobre "poeira amarela" proveniente da China e que poderia carregar o SARS-CoV-2, relata o tabloide britânico Express.

    Kim instruiu as autoridades do país a "manterem um alerta máximo" e se esforçarem para "construir um muro de bloqueio apertado e intensificar ainda mais o trabalho contra a pandemia , estando cientes da importante responsabilidade pela segurança do Estado e pelo bem-estar das pessoas", afirmou.

    Embaixadas confirmam que receberam um aviso semelhante sobre poeira. O alerta pede aos cidadãos estrangeiros que permaneçam em casa e garantam que suas janelas sejam isoladas para que a poeira não entre.

    O apelo ocorre no momento em que Kim reúne funcionários do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte para formular novas políticas para lidar com a pandemia.

    De acordo com autoridades locais, a Coreia do Norte ainda não registrou um único caso de COVID-19, embora países vizinhos como China e Coreia do Sul tenham sido gravemente afetados. Pyongyang está em alerta máximo desde janeiro, com fronteiras fechadas e com restrições à mobilidade.

    As nuvens de "poeira amarela", todavia, provavelmente estão relacionadas com a areia dos desertos da Mongólia e da China, que em certas alturas do ano atingem a Coreia do Norte e a Coreia do Sul.

    Mais:

    Kim Jong-un envia votos de recuperação ao presidente dos EUA Trump infectado com novo coronavírus
    FOTOS de satélite sugerem que Coreia do Norte estaria treinando golfinhos para fins militares
    Coreia do Norte completa implantação do míssil de cruzeiro Kumsong-3, diz mídia
    Novo míssil norte-americano testado com sucesso em simulação de ataque da Coreia do Norte
    Tags:
    novo coronavírus, China, Coreia do Norte, Kim Jong-un, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar