13:48 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1112
    Nos siga no

    O primeiro-ministro da Armênia, Nikol Pashinyan, demitiu o ministro das Relações Exteriores, Zograb Mnatsakanyan.

    Ao mesmo tempo, alguns relatos indicam que foi o próprio ministro das Relações Exteriores que decidiu deixar o cargo.

    Anteriormente, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Armênia, Anna Naghdalyan, negou a declaração de Pashinyan, ressaltando que a possibilidade de desistir de Shusha não foi discutida em nenhum momento das negociações para uma solução da crise de Nagorno-Karabakh.

    Pashinyan afirmou que a Armênia tinha um plano para transferir alguns territórios, incluindo Shusha, para o Azerbaijão em 2016.

    "Decidi demitir o ministro das Relações Exteriores. Shusha estava na ordem do dia como uma pré-condição para cessar a guerra, isso é um fato indiscutível [...] Se havia uma boa opção, então por que este problema não foi resolvido nos últimos 30 anos e nos últimos 2,5 anos em particular?", afirmou Pashinyan.

    Mnatsakanyan estava no cargo desde maio de 2018.

    O governo do primeiro-ministro da Armênia, Nikol Pashinyan, segue sob pressão, com milhares de manifestantes protestando contra sua decisão de aceitar o cessar-fogo, que assegurou o avanço territorial do Azerbaijão em Nagorno-Karabakh, após seis semanas de conflito.

    Cessar-fogo

    Na última segunda-feira (9), os líderes da Rússia, Armênia e Azerbaijão emitiram uma declaração conjunta sobre o fim das hostilidades em Nagorno-Karabakh, uma trégua que teve início no dia 10 de novembro.

    Como parte do acordo, a Rússia enviou forças de paz para se posicionarem ao longo da linha de separação entre as partes beligerantes e no corredor de Lachin, que liga Nagorno-Karabakh à Armênia.

    Em 27 de setembro deste ano, o Azerbaijão e a Armênia iniciaram uma nova escalada do conflito pela região disputada de Nagorno-Karabakh

    Mais:

    Missão de paz russa chega a Nagorno-Karabakh e assume controle do corredor de Lachin (VÍDEO)
    Erdogan: Rússia e Turquia assinam acordo para centro de controle do cessar-fogo em Nagorno-Karabakh
    Presidente do Azerbaijão, Aliev, declara fim da guerra e vitória azeri em Nagorno-Karabakh
    Tags:
    conflitos, conflito, Nagorno-Karabakh, Azerbaijão, Armênia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar