04:48 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    3161
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, declarou que não haverá qualquer missão de paz da Turquia em Nagorno-Karabakh.

    "Os limites da mobilidade dos observadores turcos vão se restringir a essas instalações [do centro da missão de paz russo-turca] que serão disponibilizadas no território do Azerbaijão, e não no território do conflito, para instalar os observadores russos e turcos. Quanto à declaração do parlamento [turco] de que eles irão trabalhar nos mesmos fundamentos que os russos, se trata exclusivamente desse mesmo centro que será montado de maneira estacionária, sem quaisquer missões exteriores, no território do Azerbaijão", afirmou Lavrov.

    "Para Nagorno-Karabakh não serão enviadas nenhumas unidades de manutenção de paz da República da Turquia", adicionou.

    "O centro vai trabalhar exclusivamente à distância, usando equipamentos técnicos de controle objetivo, inclusive drones e demais tecnologias, que permitem determinar a situação no solo em Nagorno-Karabakh, antes de mais na linha de contato, e determinar qual lado está cumprindo e qual pode romper as condições do cessar-fogo e do fim de todas as operações militares", informou Lavrov.

    De acordo com o ministro russo, se antes a diplomacia tivesse conseguido chegar a acordo sobre Nagorno-Karabkh, esses cinco distritos seriam de qualquer modo entregues a Baku, mas de maneira pacífica. Até o momento, não existem indícios de que alguém esteja tentando frustrar o acordo firmado.

    "Tenho certeza de que o governo armênio entende a medida de responsabilidade e que a integridade do acordo sobre Nagorno-Karabakh será mantida."

    Turquia em missão de paz em Nagorno-Karabakh

    No dia 11 de novembro, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, declarou que Ancara e Moscou haviam assinado um memorando sobre o centro de controle do cessar-fogo, onde a Turquia fará parte da missão conjunta de manutenção de paz.

    Dmitry Peskov, porta-voz do presidente da Rússia, declarou que Moscou e Ancara vão trabalhar em Nagorno-Karabakh através do centro de monitoramento no território azeri, negando a participação de forças de paz turcas.

    Após mais de 40 dias de intensos embates entre forças armênias e azeris, Baku e Erevan decidiram assinar um cessar-fogo através de uma declaração pela qual os lados se comprometeram a terminar suas operações militares em Nagorno-Karabakh.

    O regime de cessar-fogo, iniciado às 18h00 do dia 9, no horário de Brasília, também traz consigo a presença de uma força de paz russa para observar o cumprimento do acordo.

    Mais:

    Cessar-fogo em Nagorno-Karabakh foi pensado a longo prazo e começou meia-noite, diz Putin
    Cidade de Shusha está fora de controle das forças de Nagorno-Karabakh, afirma porta-voz da república
    Rússia, Armênia e Azerbaijão assinam acordo de paz em Nagorno-Karabakh
    Tags:
    cessar-fogo, guerra, conflito, Azerbaijão, Armênia, Nagorno-Karabakh, Sergei Lavrov
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar