04:45 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    133
    Nos siga no

    De acordo com correspondente da Sputnik, manifestantes foram detidos na capital armênia, Erevan, após protestos organizados por 17 partidos da oposição contra o acordo de cessar-fogo.

    Segundo relatos, os protestos foram realizados contra a decisão do primeiro-ministro, que assinou um acordo de cessar-fogo com Baku, intermediado pela Rússia.

    Um correspondente da Sputnik reportou que a oposição armênia entrou em confronto com os policiais no centro de Erevan durante os protestos.

    De acordo com as autoridades de Erevan, aproximadamente 130 pessoas foram detidas durantes os protestos no centro da cidade.

    Também há informação de que os manifestantes estão se dirigindo em direção a prédio do governo armênio.

    Um representante do partido opositor armênio Dashnaktsutyun anunciou a criação de um comitê de restauração nacional.

    Já outro partido oposicionista armênio começou a recolher assinaturas para convocar uma sessão extraordinária do parlamento para cancelar a participação de Erevan nos acordos firmados sobre Nagorno-Karabakh.

    Baku e Erevan firmaram o acordo de cessar-fogo, para dar um basta às hostilidades em Nagorno-Karabakh. O cessar-fogo teve início na terça-feira (10).

    Cada país deve permanecer em suas posições e realizar troca de prisioneiros. O acordo ainda prevê o posicionamento de pacificadores russos na linha de contato em Nagorno-Karabakh.

    Mais:

    Azerbaijão afirma que suas forças tomaram 16 localidades em Nagorno-Karabakh
    Cerca de 2 mil mercenários do Oriente Médio estão em Nagorno-Karabakh, diz Lavrov
    Presidente do Azerbaijão diz estar pronto para cessar guerra em Nagorno-Karabakh
    Tags:
    Nagorno-Karabakh, Nagorno-Karabakh, manifestantes, protestos, Erevan, Armênia, Armênia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar