17:56 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    102137
    Nos siga no

    Como resultado da queda do helicóptero russo na Armênia, dois membros da tripulação morreram e outro foi socorrido com lesões moderadas, informou hoje (9) o Ministério da Defesa da Rússia.

    O helicóptero russo Mi-24 caiu na Armênia perto do assentamento de Yeraskh. De acordo com as informações, a aeronave foi atingida por disparos do solo de um sistema portátil de defesa aérea (MANPADS, na sigla em inglês), acrescentou o Ministério da Defesa da Rússia.

    Pouco tempo depois, o governo do Azerbaijão admitiu que derrubou o helicóptero russo por acidente, pediu desculpas e disse estar disposto a oferecer uma compensação. 

    "De acordo com informações recebidas no Ministério das Relações Exteriores do Azerbaijão do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, em 9 de novembro deste ano, às 18h30 [11h30 em Brasília], um helicóptero militar Mi-24 da Rússia foi abatido no setor de Nakhichevan na fronteira entre Armênia e Azerbaijão", disse o Ministério das Relações Exteriores do Azerbaijão.

    Além disso, o governo azeri enfatizou que o voo do helicóptero ocorreu nas proximidades da fronteira entre Armênia e Azerbaijão, em meio a confrontos que continuam ativos na zona de conflito de Nagorno-Karabakh.

    "O voo ocorreu no escuro, em baixa altitude, fora da zona de detecção do radar de defesa aérea. Os helicópteros da Força Aérea Russa não foram vistos anteriormente na área especificada. Nesse contexto, por causa da situação tensa na região e da maior prontidão para o combate diante de possíveis provocações do lado armênio, a tripulação de combate decidiu atirar para matar. O Azerbaijão pede desculpas à Rússia por esse trágico incidente, que é acidental e não foi dirigido contra o lado russo", disse o ministério.

    "O Azerbaijão expressa suas sinceras condolências às famílias dos tripulantes falecidos e deseja uma rápida recuperação dos feridos. O Azerbaijão declara estar pronto para pagar a indenização adequada", acrescentou o governo azeri.

    O local da queda de um helicóptero russo na Armênia
    O local da queda de um helicóptero russo na Armênia

    Mais cedo, o Ministério da Defesa da Rússia emitiu um comunicado com relatos sobre o incidente, mas sem oferecer detalhes sobre quem poderia ter sido o autor dos disparos que derrubaram a aeronave.

    "No momento do ataque, enquanto escoltava um comboio da 102ª base militar russa através do território da República da Armênia, no espaço aéreo próximo ao assentamento armênio de Yeraskh, perto da fronteira da República Autônoma de Nakhichevan  [República do Azerbaijão], o helicóptero russo Mi-24 foi atingido por disparos terrestres de MANPADS. Como resultado do ataque do míssil, o helicóptero perdeu o controle e caiu em uma área montanhosa no território da Armênia", diz o comunicado do governo russo.

    O Ministério da Defesa da Rússia informou que o comando da 102ª base militar da Rússia estava conduzindo uma investigação para estabelecer a identidade dos responsáveis pela queda do helicóptero. O porta-voz do ministério, o major-general Igor Konashenkov, relatou que o helicóptero russo Mi-24 tinha sido derrubado no espaço aéreo sobre o território da Armênia, fora da zona de combates ativos na região de Nagorno-Karabakh, que vêm acontecendo desde setembro. O governo da Armênia, por sua vez, anunciou que ajudaria Moscou a estabelecer todas as circunstâncias do incidente.

    Posteriormente, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia se pronunciou afirmando que avaliou positivamente o fato de Baku admitir sua responsabilidade pelo incidente do helicóptero Mi-24.

    "O fato de Baku ter admitido imediatamente sua culpa, avaliamos positivamente. Também observamos as garantias dadas pelo lado azeri de que uma investigação operacional deste incidente será realizada e os perpetradores serão punidos", disse o Ministério das Relações Exteriores russo.

    Mais:

    Turbulência no Cáucaso: Armênia quer comprar armas russas para combater Azerbaijão
    Armênia e Azerbaijão aceitam proposta de Putin de consultas na Rússia sobre Nagorno-Karabakh
    Presidente do Azerbaijão destaca papel da Rússia no cessar-fogo em Nagorno-Karabakh
    Tags:
    conflito armado, Helicóptero Mi-24, Armênia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar