04:52 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 43
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa do Azerbaijão afirmou que a Armênia violou o regime de cessar-fogo, atingindo com morteiros diferentes distritos na fronteira entre os dois países.

    Em comunicado do serviço de imprensa do órgão azeri foi dito:

    "Começando na noite de 5 para 6 de novembro, até às 05h00 no horário local [22h00 do dia 5 no horário de Brasília], as posições de nossas unidades militares, localizadas nos distritos de Tovuz, Gadabay e Dashkasan foram alvo de bombardeios periódicos pelo inimigo a partir dos distritos de Berd, Chambarak e Vardenisk da Armênia."

    Antes da acusação do lado azeri, Erevan acusou o Azerbaijão de bombardear dois vilarejos na região de Syunik, no sul da Armênia.

    "Foram recebidas reclamações da população civil das comunidades de Davit Bek e Agarak. Conversas com os chefes das administrações locais, assim como trabalhos executados para a determinação dos fatos nos vilarejos mostram que os ataques das Forças Armadas azeris representam um perigo real para os civis. Em particular, foi realizada uma grosseira violação de seus direitos à vida, à saúde e propriedade", declarou o defensor público da Armênia, Arman Tatoyan.

    Os lados beligerantes já acordaram um regime de cessar-fogo por três vezes. Contudo, nas três ocasiões o regime foi violado.

    Conflito

    Desde 27 de setembro deste ano Azerbaijão e Armênia protagonizam pesados combates na região de Nagorno-Karabakh.

    Ambos os lados acusam-se mutuamente de iniciar as operações militares na referida data.

    Por sua vez, o Azerbaijão tem lutado para exercer soberania sobre a região, enquanto a Armênia defende a autodeterminação dos moradores de Nagorno-Karabakh sobre seu futuro.

    Mais:

    EUA, Armênia e Azerbaijão anunciam nova trégua humanitária em Nagorno-Karabakh
    Armênia afirma ter provas da presença de forças especiais turcas em Nagorno-Karabakh
    Irã realiza exercícios militares perto da fronteira com Armênia e Azerbaijão
    Tags:
    Nagorno-Karabakh, bombardeio, guerra, conflitos, Armênia, Azerbaijão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar