07:35 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    3919
    Nos siga no

    Ministro da Defesa do Azerbaijão, Zakir Gasanov, ordenou o planejamento de ataques contra a "infraestrutura estratégica militar do inimigo" com uso de armas de grande poder destrutivo em meio a confrontos com Armênia na região de Nagorno-Karabakh.

    "O ministro ordenou ao Exército do Azerbaijão para planejar ataques à infraestrutura estratégica militar em território inimigo utilizando as armas disponíveis no arsenal que possuem grande poder destrutivo", afirma o serviço de imprensa da entidade militar do país.

    Em entrevista à Sputnik, o presidente da Síria, Bashar Assad, acusou seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, de envolvimento no conflito armado em Nagorno-Karabakh. Assad afirmou que o líder turco foi o principal responsável pelo reacendimento do conflito na região.

    Os confrontos eclodiram em Nagorno-Karabakh no domingo (27) e já deixaram centenas de mortos e feridos. Rússia, França e Estados Unidos estão entre os países que pediram o fim imediato das hostilidades na região.

    A linha de contato divide as forças armênias (o Exército de Defesa de Nagorno-Karabakh) e as Forças Armadas do Azerbaijão. Ela foi estabelecida após o cessar-fogo de maio de 1994, que terminou com a guerra de 1988-94 entre os dois países.

    Mais:

    Baku relata ataque armênio a seus povoados na linha de contato em Nagorno-Karabakh, Erevan nega
    Em Nagorno-Karabakh foram mortos 93 mercenários da Síria, diz fonte
    Nagorno-Karabakh reporta 21 baixas militares em um dia
    Tags:
    artilharia, Bashar Assad, Recep Tayyip Erdogan, Turquia, Armênia, Azerbaijão, conflito armado, Nagorno-Karabakh
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar