05:33 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    556
    Nos siga no

    Neste sábado (3), o primeiro-ministro da Armênia, Nikol Pashinyan, disse que as Forças Armadas do Azerbaijão contam com a coordenação de 150 altos líderes militares da Turquia no ataque à região de Nagorno-Karabakh.

    Pashinyan disse ainda que o tamanho do apoio de militares turcos nos ataques é algo "sem precedentes" em escala.

    "Por quase uma semana, as pessoas têm resistido ao ataque terrorista turco-azeri. Sua escala não tem precedentes", disse o primeiro-ministro armênio em um discurso publicado nas redes sociais.
    Manifestantes com bandeiras da Armênia e de Nagorno-Karabakh
    © AP Photo / Petros Karadjias
    Manifestantes com bandeiras da Armênia e de Nagorno-Karabakh

    A afirmação de que 150 militares turcos de alto escalão coordenam as ações das Forças Armadas do Azerbaijão na região é baseada em fontes militares armênias, disse Pashinyan. Segundo o primeiro-ministro, tropas da Síria também participam do conflito ao lado de Baku.

    "De acordo com nossos militares, mercenários e terroristas sírios, bem como forças especiais turcas, estão envolvidos nos confrontos", ressaltou Pashinyan.

    Os confrontos eclodiram em Nagorno-Karabakh no domingo (27) e já deixaram centenas de mortos e feridos. Rússia, França e Estados Unidos estão entre os países que pediram o fim imediato das hostilidades na região.

    Mais:

    Armênia: Azerbaijão transfere comando aéreo da ofensiva contra Nagorno-Karabakh à Turquia
    Armênia relata ofensiva de Azerbaijão em Nagorno-Karabakh
    Conflito em Nagorno-Karabakh: Armênia diz que Azerbaijão teve 440-450 mortes em 24 horas
    Tags:
    Turquia, Nagorno-Karabakh, Armênia, Nikol Pashinyan
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar